Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Traficantes que submetiam crianças à ’ritual de iniciação’ com agressões são presos em Manaus

    O caso foi registrado no 7º DIP - Divulgação/SSP-AM

    Leonardo Oliveira Figueiredo, 28, foragido do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) desde junho de 2016, Vanderley Ribeiro da Cunha, 29, e Renato Picanço Cabral, 22, foram presos, nesta terça-feira (6), no bairro São Lázaro, Zona Sul de Manaus, pela equipe de policiais da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop).

    Com o trio, os policiais encontraram um simulacro de arma de fogo, uma pistola PT.40 e um narguilé (usado para consumo de entorpecentes).

    Renato e Leonardo também foram denunciados pelos moradores de estarem envolvidos em um “ritual de iniciação”, onde crianças e adolescentes são obrigadas a sofrer agressões como teste para entrarem para o mundo do crime. Um vídeo divulgado na internet mostra os dois homens participando da sessão de espancamento.

    Leonardo responde por tráfico, latrocínio e roubo. Já Vanderley responde por porte ilegal de arma de fogo e tráfico, além disso, ele fazia uso da tornozeleira eletrônica (dispositivo usado para rastreamento de condenados). Os policiais chegaram aos suspeitos após denúncias ao disque-denúncia (181), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), de que eles estavam exibindo armas para a vizinhança.

    De acordo com o secretário executivo-adjunto de Operações Integradas, Orlando Amaral, Leonardo estava na residência dele no momento da prisão e os outros dois homens estavam em outra casa. Os três tentaram fugir pulando por cima de alguns barracos, mas foram presos pelos policiais.

    “É mais uma denúncia pelo 181 que se concretizou em prisão, o que mostra a eficiência dessa ferramenta onde a população pode denunciar, sem precisar se identificar”, disse.

    Os três foram encaminhados ao 7º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e devem responder por porte ilegal de arma de fogo. Após procedimentos Leonardo e Vanderley serão encaminhados ao Compaj. Renato será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, Zona Sul.

    EM TEMPO
    Com informações da assessoria