Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Decapitado: vendedor de trufas teve olho furado e boca e orelhas cortadas antes de morrer

    A cabeça foi encontrada na última quinta-feira (15)  - Divulgação

    A perícia do Instituto Médico Legal (IML) divulgou, nesta quarta-feira (21), que o vendedor de trufas Everton Garcia da Silva, 27, encontrado morto e decapitado, na última sexta-feira (16), no Igarapé do 40, Zona Sul de Manaus, teve o olho direito furado e as orelhas e boca foram cortadas quando ele ainda estava vivo. O corpo de Everton foi liberado hoje para ser velado e enterrado por seus familiares.

    De acordo com a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), o vendedor teve a boca cortada de maneira similar ao do personagem de filmes "Coringa", antes de ser morto golpes de terçados pelos criminosos.

    Ao EM TEMPO, a mãe de Everton, Edineida Mendes, afirmou que o vendedor foi morto inocentemente. "O meu filho era inocente. Eles queriam pegar qualquer pessoa e pegaram meu filho saindo de casa. Ele era vendedor de doces, não tinha envolvimento com essas coisas erradas e com essa guerra do tráfico", lamentou a dona de casa.

    De acordo com a perícia do IML, Everton foi torturado e assassinado com requintes de crueldade. Na cabeça da vítima, encontrada um dia antes do corpo, estava escrito a sigla "CV", da facção criminosa do Rio de Janeiro. As letras foram desenhadas com uma faca.  Além disso, os criminosos amarraram as mãos e os pés de Everton,  antes de cortarem a barriga e a cabeça dele.

    O crime está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS). Até o momento, as esquipes de investigação desconhecem a autoria do assassinato.

    Ana Sena
    EM TEMPO