Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Temporal deixa vários bairros de Manaus sem energia elétrica

    Vários pontos de Manaus ficaram sem energia elétrica - Ione Moreno

    Vários bairros ficaram sem energia elétrica nas primeiras horas desta quinta-feira (22), devido ao forte temporal que atingiu Manaus e durou pouco mais de 5 horas. Em alguns locais, moradores registraram prejuízos em virtude da chuva.

    Segundo a Eletrobrás Distribuição Amazonas, houve o desligamento de 11 alimentadores, causando interrupções no fornecimento de energia elétrica nos bairros Parque das Laranjeiras, Parque Dez, Alvorada III, Zumbi, Coroado, Colônia Antônio Aleixo, Adrianópolis, Tancredo Neves, Distrito Industrial, Japiim, Aleixo, São José, Centro, Cidade Nova, Flores, Lírio do Vale, Nova Esperança, Tarumã, São Jorge, Redenção e Santa Etelvina.

    Do total de 11 alimentadores afetados com a chuva, oito tinham sidos restabelecidos até o fim da manhã desta quinta-feira. Em alguns pontos da cidade, o problema gerou lentidão no trânsito. No bairro Parque 10 de novembro e São Jorge, semáforos ficaram sem comunicação por quase toda manhã.

    "Vale destacar que as equipes de manutenção da Eletrobrás Distribuição Amazonas continuaram em campo para restabelecer o fornecimento de energia nas áreas afetadas no tempo mais breve possível", afirmou a empresa por meio de nota.

    Prejuízos

    Por volta das 3h de ontem, a cobertura da casa pastoral São Domingos, localizada no bairro Armando Mendes, Zona Leste, foi arrancada e arremessada para a rua com a força do vento. Populares e representantes da pastoral acionaram órgãos públicos para auxiliar na remoção da estrutura.

    Durante a visita do EM TEMPO ao local, o padre Nelson Pereira da Silva, relatou que a água da chuva invadiu todos os cômodos após o destelhamento, chegando a ficar uns 15 centímetros acima do piso. Ainda na manhã desta quinta-feira, trabalhadores da paróquia tentavam recuperar e reaproveitar as telhas. O serviço de limpeza da casa e do terreno durou o dia todo.

    “Como não esperamos viver esse tipo de situação, no momento em que o telhado voou, a princípio ficarmos alarmados. Foi um temporal muito forte que trouxe essa consequência. Além do telhado, tivemos prejuízos com a perda de móveis, documentos, livros e eletrodoméstico. A nossa TV ficou encharcada e com certeza não funcionará mais. Os livros e documentos tentaremos recuperar assim que o sol aparecer. São coisas que acontecem”, disse o padre.

    Gerson Freitas
    EM TEMPO