Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Profissionais recebem capacitação para pré-natal e parto humanizado em Manaus

    A ação é uma iniciativa da Semsa em parceria com a ONG Humanizar - Divulgação

    Profissionais da Maternidade Moura Tapajóz e de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), participam, a partir da próxima segunda-feira (10), de uma série de palestras e rodas de conversa sobre humanização do pré-natal e parto. A ação é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em parceria com a ONG Humanizar.

    O objetivo é sensibilizar os trabalhadores da rede pública - Agência Brasil

    O objetivo é sensibilizar os trabalhadores da rede pública de saúde para a prática de estratégias que visam uma melhor assistência às mulheres grávidas, familiares e recém-nascidos, da gestação ao pós-parto.

    De acordo com secretário municipal de saúde, Marcelo Magaldi, os representantes da ONG Humanizar procuraram a secretaria com a ideia de firmar parceria para que fossem realizadas palestras e ações na maternidade municipal e nas unidades de saúde.

    Leia também: Ministério da Saúde premia iniciativas do SUS em Manaus

    “Nós recebemos com grande satisfação a proposta para que palestras e rodas de conversa e, posteriormente, ações maiores com nossos profissionais, sejam desenvolvidas em nossas unidades, como a entrega de certificados de qualidade de gestão. É fundamental que toda atenção, em um momento muito especial da vida da mulher, seja indispensável por nosso corpo técnico e também pelos profissionais que atuam no processo, desde a recepção no pré-natal até o parto”, declarou Magaldi.

    Para a vice-presidente da ONG Humanizar, Rachel Geber, a atividade do grupo que compõe a organização dessas ações está voltada, exclusivamente, a promoção do bem-estar das parturientes no estado do Amazonas.

    “Já realizamos atividades em outras maternidades, sempre com o intuito de tornar os processos, desde o pré-natal até o pós-parto, mais harmônicos e sem violência obstétrica. Desenvolvemos palestras direcionadas ao público que tem contato com as mulheres neste estágio, desde a recepção das maternidades, unidades de saúde e médicos. Passando ainda, por técnicos de enfermagem e enfermeiros como também auxiliares de portaria e serviços gerais”, disse Geber.

    A atividade do grupo está voltada, exclusivamente, a promoção do bem-estar das parturientes - Divulgação/Semsa

    A subsecretária de gestão em saúde da Semsa, Lubélia Sá Freire, solicitou que um calendário de palestras fosse criado para organizar as visitas à maternidade e às unidades de saúde com o objetivo de que todos os profissionais dessas unidades possam participar dos treinamentos. “Vamos organizar essas ações para que não atrapalhe o cotidiano dessas unidades e dos profissionais. Esta é uma oportunidade única para tornarmos este tipo de atendimento o mais correto e humanizado possível”, declarou a subsecretária.

    Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Fórum reúne profissionais de UBSs e maternidades

    Semsa alerta beneficiários do Bolsa Família para prazo de acompanhamento em saúde

    Gravidez na adolescência tem queda de 17% no Brasil