Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Incêndio criminoso: delegado é vítima de atentado no interior do Amazonas

    O delegado disse que durante a madrugada ouviu o barulho do pneu do carro estourando - Divulgação

    Em uma tentativa de intimidar o delegado do município de Guajará (a 1487 km de Manaus), Paulo Jorge Gadelha de Oliveira, dois homens, até o momento não identificados, atearam fogo no veículo da autoridade policial, modelo Triton, de cor preta e placa OAL-6037. O crime aconteceu por volta das 4h desta terça-feira (4), na residência do delegado, situada no Centro do município.

    Paulo defende duas hipóteses como motivação do atentado. A primeira teoria teria relação com as investigações sobre corrupção dentro da prefeitura do município, que ele iria iniciar durante esta semana. A segunda hipótese é que pode ser uma represália por conta da prisão, na última semana, de um membro da facção criminosa "Bonde dos 13", que tem ligação com o Comando Vermelho (CV).

    "Eu prendi esse homem, pois ele estava ameaçando a companheira dele e isso pode ter motivado o atentado. O homem é de alta periculosidade e membro dessa facção, que tem muita influência na cidade. No entanto, íamos iniciar uma investigação delicada contra a prefeitura. Como eu já prendi o ex-prefeito do município em 2014, esses envolvidos no esquema sabiam que, se as investigações chegassem nas minhas mãos, eles iriam ser presos", disse.

    Leia também: Delegados apresentam projeto para retirada de presos em delegacias no interior do AM

    Ainda segundo o delegado, durante a madrugada, ele dormia com a esposa e o filho de quatro meses dentro da casa, quando ouviu o barulho do pneu do carro estourando. Em seguida, pegou sua arma e saiu para ver o que estava acontecendo.

    "Eu ouvi passos ao lado da casa, vi dois homens passando para o quintal e depois vi meu carro pegando fogo. Acredito que eles estavam tentando descobrir onde era meu quarto, para atear fogo na casa e talvez tentar me matar. Eu saí da casa quando percebi que eles tinham ido embora. Ainda tentei apagar o fogo, mas queimou todo o motor do carro, houve perda total", lamentou.

    Ana Sena

    EM TEMPO

    Leia mais:

    MPF pede para arquivar caso de delegado Garcez que desapareceu após tiroteio

    Em vídeo, delegado mostra mandante da morte do cantor Melvino Júnior após prisão

    Troca de comando de facção pode estar relacionada a onda de assassinatos em Manaus, diz delegado