Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Pai que matou filho de 1 mês no São José tem prisão mantida pela Justiça

    Aldriano foi preso na sexta-feira após ser agredido por pessoas que ficaram sabendo do crime | Divulgação

    Aldriano Gomes Tavares, de 24 anos, acusado de matar o filho Bryan, de 1 mês, e agredir a esposa, uma mulher de 29 anos, teve a prisão preventiva decretada durante uma audiência de custódia na tarde de sábado (15), no fórum Ministro Henoch Reis, Zona Centro-Sul de Manaus.

    O acusado foi espancado pela população e preso pela Polícia Militar na noite da última sexta-feira (14), no bairro São José 3, Zona Leste. De acordo com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), a prisão foi mantida pela juíza Andréa Jane Silva de Medeiros. Aldriano vai responder por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado.

    Leia também: pai é preso por matar filho de 1 mês

    À Polícia Civil, a mãe de Bryan contou que vinha tentando se separar de Aldriano há um ano, mas o acusado não aceitava o término da relação. Algumas horas antes do crime ele chegou a ir até a casa da vítima, onde os dois discutiram e a Polícia Militar foi chamada para expulsar Aldriano, que estava sob forte efeito de bebidas alcoólicas, de casa.

    Segundo relatos da vítima, com uma faca na mão, Aldriano esfaqueou a mãe e o filho, no pescoço e no peito. Enfurecido, o criminoso ainda agrediu o filho de um ano e depois disso foi contido pela população.

    Ana Sena
    EM TEMPO