Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Homem que matou esposa e feriu outras 8 pessoas com terçado é solto pela Justiça

    Cena do crime que ocorreu em junho deste ano - Wall Lima

    Andreson da Costa Silva, 47, apontado como autor do assassinato da autônoma Janaine Bueno Soares, 25, que era companheira dele e foi morta com várias facadas no dia 18 de junho deste ano, no bairro Monte Sinai, Zona Norte, foi solto pela Justiça no último dia 21 de julho, mediante uso de tornozeleira eletrônica.

    Na decisão, a juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma, afirmou que não há pressuposto para manter o acusado preso, uma vez que ele possui primariedade (primeira vez que cometeu um crime), ocupação lícita, residência fixa, bem como possuir menores que dependem de sua atividade laboral. Segundo ela, a manutenção da prisão preventiva só ocorre em último caso. Por conta da soltura, familiares de Janaine vão fazer uma manifestação na próxima sexta-feira (4), às 18h, no bairro onde a vítima foi morta.

    Costa na liminar, que a defesa de Andreson, feita pelo advogado de defesa Kon Tsih Wang, alegou que não havia necessidade de manter o acusado preso, uma vez que haviam provas que ele não oferece risco para sociedade.

    Na decisão, a magistrada determinou que Andreson seja monitorado por tornozeleira eletrônica, não podendo se afastar mais de 400 metros de sua residência, além de não poder sair a noite e nem nos finais de semana. Ele deve participar do projeto reeducar. O acusado também não poderá viajar para outra cidade, enquanto o processo estiver em trâmite na Justiça.

    Leia também:Homem mata própria mulher em frente a filha e fere outras 8 pessoas na Zona Norte

    O crime foi motivado por ciúmes

    De acordo com parentes da vítima, Janaine foi morta por ciúmes. “Os dois estavam em um aniversário de família. Lá o Andreson ficou com ciúmes da Janaine com o próprio primo, mas os dois estavam apenas conversando. Eles voltaram pra casa e tiveram a discussão”, contou uma tia da vítima que preferiu não ter o nome divulgado.

    Ainda de acordo com os familiares da vítima, Andreson já planejava o crime, pois Janaine pretendia terminar o relacionamento. “No sábado ele comprou um  terçado e disse que era para cortar uma árvore. Ele ainda chegou a fazer um comentário com um vizinhos, ‘vai servir pra cortar a cabeça de uma’. Ele já tinha a intenção de fazer isso, porque a Janaine comentava com a família que não queria mais manter o relacionamento”, contou uma prima que também preferiu não ter o nome revelado.

    Após matar a mulher, Andreson foi agredido por vizinhos e amigos da vítima, que invadiram a casa do casal. O homem ainda conseguiu ferir outras 8 pessoas, entre elas a mãe de Janaine. Ao tentar fugir das pauladas e terçadadas ele foi atropelado por um carro.

    Ana Sena

    EM TEMPO

    Leia mais:

    Industriário é preso após matar esposa e esfaquear a mãe durante briga

    Mulher mata marido com facada no peito em Rio Preto da Eva

    Por não aceitar divórcio, homem mata mulher após relação sexual no Zumbi