Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Taxista é encontrado morto após ser estrangulado e ter pertences roubados

    O último contato da vítima foi com um outro taxista de 35 anos, por volta das 23h de sábado afirmando que trabalharia até mais tarde - Divugação

    O taxista Antônio José Souza da Silva, 53, foi morto por estrangulamento e teve seus pertences, como celular, dinheiro e carteira, roubados. A vítima foi encontrada morta na manhã deste domingo (6), no banco de trás do veículo dele, modelo Siena e placa JXI 3403, na rua Babuzinho, bairro Distrito Industrial 2, Zona Leste.

    Segundo familiares, Antônio trabalhava há anos como taxista e costumava dirigir durante a noite e madrugada. A suspeita é que os autores do crime estrangularam Antônio em outro local e o abandonaram no local.

    Policiais militares da 4ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) informaram que foram acionados, via rede de rádio, sobre a existência de um homem morto dentro de um veículo. Não há câmeras de segurança e não houve testemunhas.

    Leia também:Quadrilha assalta taxista, prende vítima no porta-malas e faz série de assaltos em Manaus

    A polícia informou ainda que no local não há câmeras de segurança nem testemunhas

    De acordo com um primo de Antônio, um taxista de 35 anos, que não quis se identificar, Antônio José ligou para ele, por volta das 23h, de sábado (5). Ele informou que iria trabalhar até mais tarde.

    "Por volta das 2h da madrugada, eu liguei para ele e o celular só dava na caixa postal. Fiquei preocupado. Quando foi hoje de manhã, eu ouvi no rádio que tinham matado um taxista e, ao ver as fotos, vi que era meu primo", disse.

    O taxista relatou ainda que Antônio foi morto durante um assalto. "Quem fez isso é um covarde. Se não bastasse roubar meu primo, ainda tiraram a vida dele. Não temos a mínima ideia de quem pode ter feito isso com ele", lamentou.

    O caso foi registrado na Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS) como latrocínio (roubo seguido de morte). O caso será encaminhado à Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD).

    Ana Sena
    EM TEMPO

    Leia mais:

    Quadrilha assalta taxista, prende vítima no porta-malas e faz série de assaltos em Manaus

    Taxista que ajudava polícia em investigação é morto durante corrida na Zona Sul de Manaus

    Mototaxistas lançam aplicativo para concorrer com Uber em Manaus