Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Atendimento para atualização de dados dos beneficiários de programas sociais será agilizado

    Outra estratégia é a descentralização da atualização para os Centros de Referência de Assistência Social - Divulgação/Semed

    A Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) vai implementar, a partir da próxima segunda-feira, 14/8, estratégias que possam agilizar o atendimento aos usuários dos programas sociais, como o Bolsa Família, de forma a evitar as filas que se formam ao final de cada prazo para atualização de dados no Cadastro Único.

    Uma das ações é a divulgação do número de atendimento 0800 280 8810 para a consulta da situação do beneficiário. Por meio de ligação telefônica ele poderá saber a qual grupo pertence ou se é necessário fazer a atualização cadastral. O serviço irá funcionar de segunda a sexta-feira, de 8h às 14h.

    Outra estratégia é a descentralização da atualização para os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), que atualmente é feito, prioritariamente, na sede da Semmasdh.

    Leia também: Bolsonaro confirma vinda a Manaus para participar de formatura dos alunos do colégio da PM

    “Alguns CRAS conseguem fazer esse trabalho em suas unidades e agora estamos atuando para estender o serviço para todos os 20 Centros que temos em Manaus. Com isso, a população não irá mais precisar sair da sua área de abrangência para atualizar os dados. Esperamos concluir essa descentralização até o final do próximo mês”, afirmou o secretário Elias Emanuel.

    Até o dia 18 de agosto, os grupos G2 e G8 deverão se dirigir até a sede da secretaria para fazer a atualização cadastral. O primeiro já está no 2º prazo para não ter o benefício cancelado, enquanto o segundo está no 1º prazo para não ter o benefício bloqueado. Pelo menos 36 mil famílias estão distribuídas nos dois grupos.

    Para a atualização cadastral são necessários os seguintes documentos originais: comprovante de residência e recibo de aluguel. Caso o beneficiário tenha dependentes menores de 18 anos: certidão de nascimento e declaração escolar atualizada (válida por um mês, a partir da data de emissão). Se o responsável tiver companheiro (a) e for maior de 18 anos, os documentos necessários são: identidade, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho, e comprovante de renda/contracheque.

    Leia Mais

    ‘Tô’ sem emprego, e agora? Siga os 10 passos para conseguir uma oportunidade de trabalho

    Homem sequestra ex-companheira e filho de 1 ano no bairro da Paz

    5 cantores amazonenses que estouraram no Brasil

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus