Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Cabeleireira é assassinada na Zona Sul e família suspeita de questão por terra do Prosamim

    Os familiares informaram que a vítima estava recebendo ameaças, por proteger uma pequena área de terra do Prosamim da Zona Sul - Arquivo Pessoal

    A cabeleira Suely da Silva Muniz, de 53 anos, foi assassinada com seis tiros na manhã deste domingo (20), na rua 13 de Maio, bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul de Manaus.

    De acordo com testemunhas, a vítima estava retornando para casa quando foi perseguida por dois homens armados, que atiraram contra ela e depois fugiram em um carro modelo corsa, de cor preta e placas não identificadas.

    Leia também: Mulher é assassinada a tiro e facada em Autazes e marido é suspeito, diz Polícia

    "Ela foi seguida por dois homens, após sair da Feira da Panair. Armados, os homens atiraram nela e correram para um carro que os esperava, há poucos metros", contou uma testemunha, que preferiu não se identificar.

    Suely, foi atingida com tiros nas costas, nas pernas e pés. A vítima foi socorrida por moradores e levada para o SPA da Zona Sul, onde chegou morta.

    Ameaças

    Os familiares informaram que a vítima estava recebendo ameaças, por proteger uma pequena área de terra do Prosamim do Colônia Oliveira Machado, onde morava.

    "Ela foi morta por causa de terra. Ela não queria deixar algumas pessoas, envolvidas com o tráfico, invadir uma área pública. Essas pessoas já haviam até construído um barraco no local. Ela havia ido aos órgãos competentes e denunciado. Tem um morador que está preso por causa dessa situação e tem uma audiência marcada para o dia 23. Temos algumas suspeitas de quem mandou fazer isso com ela", disse o filho de Suely, o vigilante Sandro Adiel, de 29 anos.

    O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia de Homicídios investiga o caso.

    Daniel Landazuri
    EM TEMPO

    Leia mais

    Mulher é assassinada por companheira com 15 facadas

    Mulher é morta na Compensa e facção criminosa deixa recado ao lado do corpo nu

    Inconformado com separação, homem incendeia casa de ex-mulher no Santa Luzia