Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Mulher é assassinada e irmã fica ferida após terem casa invadida em Petrópolis

    Um crime na noite desta segunda-feira (18) chocou o bairro de Petrópolis na Zona Sul de Manaus. A autônoma Aline Costa da Silva, de 18 anos, foi assassinada com três tiros. A irmã dela, Cristiane Costa da Silva, de 21 anos, também ficou ferida, após ser atingida com tiros no rosto, pernas e braços. As vítimas tiveram a casa invadida na noite desta segunda-feira (18), no beco Carpinteiro Perez, rua Raquel.

    De acordo com vizinhos, Cristiane estaria grávida, informação que ainda não foi confirmada pelo Hospital 28 de agosto, onde ela se encontra internada. Ainda segundo os vizinhos, o crime teria acontecido na frente de três crianças, dois filhos de Aline e um filho de Cristiane.

    "Duas crianças foram acolhidas pela minha família e ainda estão aqui conosco. Estamos cuidando delas, pois estão muito assustadas. A outra criança foi levada pela família delas", disse um morador do local, que não quis se identificar.

    Cristiane (à esquerda) ficou ferida e Aline (á direita) morreu no local - Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

    De acordo com a Polícia, dois homens, não identificados devido ao uso de capacetes, invadiram a casa das jovens por volta das 21h30. Os criminosos atiraram nas irmãs e fugiram em uma motocicleta.

    Leia mais: Homem que jogou água fervendo no rosto da namorada continua livre

    Após ser atingida com tiros nas costas, pescoço e nádegas, Aline não resistiu e morreu no local. A outra vítima, Cristiane Silva foi socorrida pelo Samu e levada ao Hospital 28 de Agosto. Ainda não há informações sobre o  estado de saúde dela.

    Motivação para o crime

    Segundo a Polícia Civil, as vítimas seriam envolvidas com o tráfico de drogas e o crime teria sido motivado por acertos de contas. Porém os vizinhos das vítimas suspeitam que um ex-namorado de Aline teria encomendado o assassinado da jovem por ciúmes.

    Até a publicação desta matéria, a família das jovens não foi encontrada para comentar o crime. De acordo com vizinhos, um irmão das vítimas, que também morava com elas, estaria resolvendo os trâmites legais junto ao IML, para liberação do corpo.

    O caso foi registrado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e deve ser investigado pela Delegacia de Homicídios.

    Daniel Landazuri
    EM TEMPO

    Leia mais: 

    Mulher tenta proteger filho após assalto e é atingida por três tiros no Zumbi

    Homem que matou mulher a golpes de espeto de churrasco é condenado a 10 anos em regime fechado

    Criminosos lançam bomba de fabricação caseira e racham muro de presídio em Manaus