Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Homem preso por estupro já responde a outros 9 processos por abuso sexual em Manaus

    Ele é suspeito de estuprar uma jovem de 19 anos no dia 8 de agosto de 2017 - Fotos: Michael Dantas

    O técnico em eletrônica Alder Ronaldo da Silva Maciel, de 46 anos, foi apresentado, nesta quarta-feira (11), durante coletiva de imprensa da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por suspeita de estuprar uma jovem de 19 anos no dia 8 de agosto de 2017. A prisão do suspeito aconteceu nesta terça-feira (10), no bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul de Manaus.

    Leia também: Mãe tem casa invadida e sofre estupro em frente da filha na Zona Oeste de Manaus

    De acordo com a delegada titular do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Alynne Lima, as investigações iniciaram após a vítima procurar a delegacia para registrar um Boletim de Ocorrência (B.O) sobre o crime. A jovem estava caminhando por uma via pública, quando foi abordada por Alder.

    Alder já responde a nove processos por estupro e, informalmente, no momento da prisão, confessou ter estuprado a jovem de 19 anos

    "Segundo relato da vítima, ela estava em uma via movimentada quando foi abordada pelo suspeito e ameaçada por ele com uma arma. Ele exigiu que a jovem entrasse no carro dele, onde aconteceu o ato violento", explicou Alynne, informando que a vítima havia relatado que Alder deixava uma bíblia no painel do carro. "O veículo usado na prática do estupro pertence à esposa do suspeito".

    Consta em registros da PC-AM que Alder já responde a nove processos por estupro e, informalmente, no momento da prisão, assumiu a autoria do crime, afirmando que sofre de problemas psicológicos e não consegue parar de cometer abusos. A delegada ainda informou que as vítimas de Alder eram universitárias e que ele costumava atuar na área de uma universidade particular, localizada no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul.

    O técnico em eletrônica foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDMP), onde vai responder pelo seu décimo crime de estupro. Quem também foi vítima de Alder pode entrar em contato com a polícia por meio dos números: 181 ou 190.

    Édria Caroline
    EM TEMPO

    Leia mais:

    Em Iranduba, suspeito por estupro de vulnerável é preso por 7º DIP

    Padrasto é suspeito de estuprar enteada de 5 anos com deficiência mental na Zona Leste

    Em Iranduba, suspeito por estupro de vulnerável é preso por 7º DIP

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus