Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Autoescola no bairro São Jorge é denunciada por 'enganar' alunos

    Sede da auto escola fechada em horário de funcionamento normal, segundo alunos. (Foto: Ione Moreno)

    Alunos da Autoescola Monza, situada no bairro São Jorge, Zona oeste de Manaus, denunciam atendimento insatisfatório por parte da unidade. Segundo os alunos, a escola não vem cumprindo com o contrato, negligenciando a promessa de rapidez no processo de ensino-aprendizagem para as aulas de direção, além de desmarcar, sem aviso prévio, aulas agendadas.

    Leia também: Prefeitura dá início à intervenção viária que mudará trânsito no São Jorge

    O assistente administrativo Misael Santos, de 31 anos, matriculado na escola desde fevereiro deste ano, relata que "em todo este tempo conseguiu fazer apenas três horas de aula de direção".

    Ele conta que tem dificuldade em entrar em contato com a instituição para resolver o problema. "Quando fui tentar buscar explicações encontrei a sede fechada, na tarde desta quarta-feira (11)".

    O assistente administrativo disse que está com o processo para vencer em fevereiro e com a parte prática para ser vencida. De acordo com ele, "o sistema está sempre fora do ar e por isso não consegue marcar as aulas, nem ter uma solução por parte dos administradores".

    A aluna Socorro Pires, de 41 anos, também matriculada desde fevereiro, diz que cansou de esperar pelas aulas atrasadas e quebrou o contrato. "Saí de lá no dia 10 de agosto com a promessa de que eles me pagariam uma parcela menor da que eu havia pago, porém ontem, dia 10 de outubro, completou dois meses e ainda não obtive resposta", afirmou.

    A aluna também informou que o equipamento de simulação, obrigatório desde 31 de dezembro do ano passado, para a formação de condutores, não está funcionando, o que impede o seguimento das aulas.

    Detran

    O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran), informou, por meio da assessoria, que está com processo aberto desde o início do ano contra a autoescola "devido às inúmeras queixas recebidas em períodos diferentes do ano". Segundo o órgão, o setor de fiscalização dos Centros de Formação dos Condutores (CFC) já foi acionado para investigar a instituição, sobre as falhas apontadas pelos alunos.

    Outro lado

    A reportagem fez inúmeras ligações para a autoescola por meio dos telefones disponíveis para atendimento, porém ninguém atendeu aos telefonemas. No endereço indicado, as portas foram encontradas fechadas com cadeado, enquanto vários alunos esperavam para ser atendidos.

    Direitos de alunos de autoescolas

    Antes de se matricular em uma autoescola, o aluno deve se certificar se esta está credenciada pelo Detran de seu Estado e se não há irregularidades. Para isso é preciso telefonar ou acessar o site do Detran para obter informações. Caso haja problema, e esse não for solucionado tanto pela autoescola ou pelo Detran, o fato deve ser comunicado ao Ministério Público (MP), que irá interceder perante ao órgão, para exigir correções das falhas, por improbidade administrativa.

    Exemplos 

    1) Atraso injustificável na marcação de provas e falhas nos serviços prestados;

    2) Más condições do estabelecimento e dos veículos de forma a acarretar riscos à segurança e à saúde dos alunos e instrutores: veículo com problemas no freio, sala de aula com cheiro de mofo, cadeiras que possam levar aluno ao chão, fios elétricos que possam trazer risco aos usuários;

    3) Mau atendimento de qualquer funcionário ou dono de autoescola ou ausência de atendimento;

    4) Cobranças indevidas, isto é, as que não foram descritas no momento da inscrição do aluno na autoescola.

    Nícolas Figueirêdo
    EM TEMPO

    Leia também:

    Alunos são assaltados e feitos reféns em autoescola na Cidade Nova

    Site de Detran-AM para inscrição da CNH Social volta ao ar após pane no sistema

    Trânsito terá interdições temporárias para Círio de Nossa Senhora de Nazaré

    Mais lidas

    1. Entenda como são feitas as buscas por vítimas de afogamento no Amazonas

    2. Procuradores repudiam ataques de defensor público no AM e divulgam nota

    3. Saiba como funciona a tarifa de esgoto em Manaus

    4. Aprovados no concurso do TJAM pedem nomeação e marcam protesto

    5. Evento internacional sobre reprodução de peixes será realizado em Manaus