Fonte: OpenWeather

    Empreendedorismo


    Especialista fala sobre empreendedorismo na retomada da economia

    Em evento online promovido pelo Sebrae do Amazonas, Camila Farani comenta os desafios sem precedentes impostos para as empresas por conta da pandemia e dá dicas das melhores práticas para serem executadas no período

    | Foto: MARCUS STEINMEYER

    Manaus - Nesta sexta-feira, dia 27 de novembro, às 15h pelo horário de Manaus (16h pelo horário de Brasília) a investidora e empreendedora Camila Farani estará em Manaus para fazer uma palestra abordando o papel do empreendedorismo na retomada da economia. O painel acontece durante a Semana Global de Empreendedorismo do Amazonas, evento totalmente online promovido pelo Sebrae do Estado de 25 a 27 de novembro.

    A semana será aberta à comunidade, com temas capazes de atender as expectativas tanto de empreendedores já consolidados quanto dos iniciantes, que procuram alternativas de auto-sustento. Inscrições podem ser feitas pelo site oficial: https://semanaglobalamazonas.com.br

    A palestrante Camila Farani comenta que a pandemia impôs desafios sem precedentes para as empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes. “Vejo isso em 3 principais dimensões: adaptação ao novo comportamento do consumidor, necessidade de planejar novas formas de entrega de produtos ou serviços e também de gerir equipes remotamente. Algumas já conseguiram se adaptar, outras seguem com desafios grandes e precisarão se reinventar”, explica.

    Para Camila, não é possível medir com precisão quanto tempo essa crise que se instalou irá durar, mas devemos sempre ter em mente que todas as projeções, mesmo que pessimistas ou otimistas, são apenas projeções. “Mesmo diante do fato de que muitas empresas enfrentarão sérios problemas nos próximos meses, também é importante enxergar as possibilidades e as oportunidades que já surgiram, e as que ainda não estão no radar de quem está buscando alternativas para enfrentar esse desafio”, comenta.

    A investidora pontua ainda que o consumo não parou, apenas mudou de cara. “Estudos mostram que, com a quarentena e o isolamento social, um milhão de pessoas perderam o emprego, muitas precisaram tirar férias obrigatórias, pausar os estudos, entre muitas outras condições que deram mais tempo “livre” a elas. Acho que a principal lição para quem empreende é que é preciso estar preparado para tudo. Ou, se não estiver preparado naquele momento, ser ágil o suficiente para conseguir se modificar e atender a novas realidades”, conclui.

    Em sua palestra, Camila ainda falará sobre sua mais nova iniciativa: o hub para desenvolver lideranças femininas ElaVence (www.elavence.com.br), que tem a expectativa de impactar meio milhão de mulheres, oferecendo capacitação, conexões e conteúdo para empreendedoras, intraempreendedoras e investidoras. O hub vai atuar sobretudo nas frentes de educação empreendedora, compartilhamento de melhores práticas - por meio de casos de sucesso e notícias do setor -, inovação e círculo de investimentos, para conectar investidoras a mulheres líderes de startups.

    Sobre o evento

    A Semana Global de Empreendedorismo nasceu em 2007, por iniciativa do então primeiro ministro britânico Gordon Brown, em parceria com Carl Schramm, presidente da Kauffman Foundation, e hoje é comemorada em mais de 170 países. No Brasil, foi consolidada com parcerias estratégicas com a Aliança Empreendedora, Anjos do Brasil, Anprotec, Artemisia, Brasil Júnior, Conaje, Endeavor, Junior Achievement, SENAC, Universidades, dentre tantos outros parceiros nos Estados da Federação. Desde seu início, o evento é calcado no tripé Capacitar, Conectar e Inspirar pessoas, com o objetivo de fomentar e qualificar a iniciativa empreendedora.

    Em 2020, o tema principal é a “Retomada da economia e o papel do empreendedorismo”, que se mostrou como um dos mais efetivos meios de minimizar os impactos da pandemia no cenário econômico mundial. O tema, bastante abrangente, considera iniciativas empreendedoras que permeiem aspectos de inovação tecnológica, economia criativa, transformação digital, diversidade, inclusão social, empreendedorismo social, comprometimento com competitividade sustentável e o expressivo papel das mulheres na formação empreendedora no país – enfim, o conjunto de esforços desenvolvidos no sentido de continuar produzindo e tendo sucesso, à despeito da conjuntura causada pela pandemia.

    No Amazonas, a Semana Global de Empreendedorismo é marcada por um evento totalmente digital, com exposição de empreendedores e ciclos de palestras, nos dias 25, 26 e 27 de Novembro, das 13h às 21h, trazendo capacitação e inspiração por meio de personalidades do cenário nacional, referenciais de bom desempenho e resultados econômicos excelentes, contando com experiências ousadas e muito criativas.

    *Com informações da assessoria