Fonte: OpenWeather

    Concurso Público


    Prorrogado prazo de inscrição para o concurso do Iphan

    São 411 vagas, distribuídas em todo o país. As provas objetivas e discursivas serão realizadas no dia 26 de agosto de 2018

    A organizadora do concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).
    A organizadora do concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). | Foto: Reprodução/Pixbay

    O prazo de inscrição no concurso do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi prorrogado até o dia 16 de julho de 2018. Com a alteração, a data final para o pagamento da taxa de inscrição é 6 de agosto. São 411 vagas, distribuídas em todo o país, sendo 104 para Analista I, 176 para Técnico I e 131 para Auxiliar Institucional.

    A taxa de inscrição para o concurso é de R$ 84,00 (médio/técnico) e R$ 117,00 (superior). As provas objetivas e discursivas serão realizadas na data provável de 26 de agosto de 2018.

    Leia também: Exército abre mais de cem vagas para Minas e outros três estados

    A organizadora do certame é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). No site da banca é possível acessar o edital e obter outras informações http://www.cespe.unb.br/concursos/iphan_18/

    Atuação do Iphan

    O quadro técnico do Iphan – distribuído entre a sede em Brasília, 27 superintendências estaduais, 37 escritórios técnicos, incluindo os Parques Históricos Nacionais e seis unidades especiais – é responsável por uma ampla gama de atribuições constitucionais e legais, como identificação, reconhecimento, salvaguarda e fiscalização do Patrimônio Cultural Nacional.

    O órgão também é responsável pela proteção dos Sítios Arqueológicos e Reservas Técnicas, preservação de acervos documentais e bibliográficos, identificação da diversidade linguística, gestão do Patrimônio Genético, execução de projetos e obras de intervenção em bens e conjuntos tombados, gerenciamento dos programas PAC das Cidades Históricas e Agora é Avançar, aprovação, fiscalização e apuração de prestação de contas de Convênios e processos de Lei de Incentivo à Cultura, ações educativas, assistência técnica e monitoramento do Patrimônio Mundial, e definição da Política de Patrimônio Cultural no Brasil.

    Com informações da assessoria* 

    Leia mais:

    Está precisando de estágio? Itaú oferece mais de mil vagas

    Ampa oferece vaga de Educador Ambiental para trabalhar em Manaus

    Ampa oferece vaga de Educador Ambiental para trabalhar em Manaus