Fonte: OpenWeather

    Palestra


    'Direito Talks' traz palestras gratuitas a Manaus

    “A mediação como Instrumento de Pacificação Social” é o tema que será abordado pelo juiz Mauro Braga, Pós-Doutor em Processo Civil, pela UERJ

    Mauro Braga, titular da 5ª Vara do Trabalho em Manaus | Foto: Divulgação

    Manaus - A discussão sobre os diversos papéis da mediação no âmbito da Justiça é o tema das palestras realizadas pelos juízes Mauro Braga, titular da 5ª Vara do Trabalho em Manaus (TRT 11ª Região); e Gildo Alves, juiz do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), e Presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família no Amazonas (IBDFAM), durante o evento “Direito Talks”, realizado pela faculdade Martha Falcão Wyden nesta quinta-feira (10), às 18h30.

    Leia também: Atenção: inscrições para o Enem começam na próxima segunda-feira (7)

    “A mediação como Instrumento de Pacificação Social” é o tema que será abordado pelo juiz Mauro Braga, Pós-Doutor pela UERJ em Processo Civil, coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos nos Centros Judiciários de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (CEJUSC) do TRT 11ª Região.

    O juiz Gildo Alves, mestre em Mediação e Negociação pela Universidade de Kurt Bosch, e com ampla experiência em Direito de Família, será o responsável pela palestra “A Mediação como vetor de facilitação e simplificação do acesso à Justiça”.  

    O evento é uma realização do núcleo de Pós-Graduação e Extensão da faculdade, e é voltado a estudantes, profissionais, professores e interessados na área, que podem inscrever-se por meio do link.

    Sobre a mediação

    Além de auxiliar as partes a resolverem suas disputas com elevado grau de satisfação, a mediação também proporciona o aprendizado quanto a formas apropriadas de resolução de disputas, segundo especialistas. Outro fator apontado como positivo é a promoção do exercício de empatia, até então não encontrado no processo civil ou penal.

    De acordo com estudo do juiz André Gomma de Azevedo, da Bahia, os resultados colhidos tanto na mediação privada como na mediação judicial no Brasil demonstram que, após serem submetidas a esse processo autocompositivo, a maioria das partes acredita que a mediação as auxiliará a melhor dirimir outros conflitos futuros e a compreender melhor aqueles com quem o usuário se relaciona com frequência.

    SERVIÇO

    O QUÊ: Direito Talk

    QUANDO: 10/05

    LOCAL: Auditório da faculdade Martha Falcão Wyden – Rua Natal, nº 300 - Adrianópolis

    HORÁRIO: 18h30

    INSCRIÇÕES: http://wyden.to/direitotalkfmf

    Leia mais:

    Perdeu o prazo? Bolsa Idiomas vai receber documentos até terça (8)

    TCE-AM e Cetam assinam termo para estágio de nível médio

    UEA convoca para segunda etapa de matrícula do Vestibular e SIS