Fonte: OpenWeather

    Agricultura


    Produção agrícola do Amazonas será de 3,5 mil toneladas

    A volta do cultivo da soja também contribuiu para a melhora do setor, garantindo uma colheita total de 3,4 mil toneladas

    Fazenda Santa Rita, em Humaitá, colhe primeira safra de soja | Foto: Janailton Falcão

    Com produtividade de 2.173 quilos por hectare, os agricultores amazonenses alcançaram o terceiro maior índice na série histórica do Estado, sendo menor apenas que o registrado na safra anterior e no ano safra 2014/15.

    Com isso, a produção agrícola regional será de 35,2 mil toneladas, com área plantada de 16,2 mil hectares. Os dados estão no 12º levantamento de safra, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

    O aumento foi puxado pelas lavouras de soja, graças ao maior investimento tecnológico dos produtores do grão, desde o plantio até a colheita, que impulsionaram a produção por hectare.

    O retorno da cultura no município de Humaitá (a 580 quilômetros de Manaus) também contribuiu para os resultados, garantindo uma colheita total no Estado de 3,4 mil toneladas, em uma área de 1,5 mil hectares, com uma produtividade de 2.250 quilos por hectare.

    Espaço

    Ao contrário da soja, a produção de milho no Estado apresentou redução de 16,9%, chegando a 25,6 mil toneladas. A queda é reflexo de uma menor área destinada à cultura. Enquanto na safra passada a área plantada foi de 12,2 mil hectares, nesta o espaço destinado foi de 10 mil hectares.

    O mesmo aconteceu com o arroz, do qual o aumento de produtividade não compensou a perda de cerca de 50% da área plantada. Já no caso do feijão, a queda pode ser sentida tanto no terreno destinado para o plantio como na produtividade da cultura.

    Leia mais: 

    Escolas do AM recebem mais de 200 toneladas em produtos agrícolas

    Produção de abacaxi no Amazonas cresce e foca em exportação

    Produtores de guaraná adotarão práticas agrícolas mais sustentáveis