Fonte: OpenWeather

    Preço


    Reajuste não deixa gasolina mais barata em Manaus

    O Sindicam informou que o reajuste só chegará às bombas dos postos da capital, se a Petrobras reduzir ainda mais

    O combustível em Manaus sofreu redução promocional em alguns postos nas duas últimas semanas | Foto: Marcely Gomes

    Manaus - Apesar de a Petrobras ter reduzido o valor do litro da gasolina nas refinarias em média 1,22%, passando a custar R$2,1889 nessa segunda-feira (8), o preço não será alterado nas bombas dos postos de combustíveis de Manaus, segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do Amazonas (Sindicam). Foi o primeiro reajuste desde 28 de setembro, quando o litro do combustível atingiu R$ 2,2159.

    O combustível em Manaus sofreu redução promocional em alguns postos nas duas últimas semanas, quando foi possível encontrar o litro da gasolina comum de R$ 3,99 a R$ 4,59. Segundo o vice-presidente Sindicam, Geraldo Dantas, o novo reajuste não deverá afetar o valor final para o consumidor. Segundo ele, os empresários optaram pela baixa de preços, uma vez que a população tem deixado os seus veículos na garagem.

    “Estamos vendo poucos carros na rua e, com isso, muitos postos estão com dificuldades para conseguir atrair os clientes. Para poder melhorar a movimentação, alguns postos resolveram baixar o valor da gasolina, mesmo perdendo a margem de lucro. O importante, neste momento, é fazer o capital rodar”, observou o vice-presidente do Sindicam.

    Dantas explicou, ainda, que é provável que o novo reajuste não chegue às bombas de combustível. “Como os valores estão em promoção, não será possível diminuir mais do que isso. Os menores preços podem perdurar por até uma semana ainda, fazendo com que o consumidor seja atraído e movimente a cidade. Só vai baixar, se a Petrobras fizer outro reajuste para mais baixo”, ressaltou.

    O preço da gasolina chegou a custar R$ 4.99 em alguns postos de Manaus
    O preço da gasolina chegou a custar R$ 4.99 em alguns postos de Manaus | Foto: Ione Moreno

    No último fim de semana, foi possível ver a gasolina a partir de R$ 4,49, chegando até R$ 4,69 em alguns postos da cidade. Porém, em outros como o de bandeira Ypiranga localizado na Avenida Boulevard Álvaro Maia, o litro do combustível estava sendo vendido por R$ 4,99.

    No posto de bandeira Equador localizado na Avenida Autaz Mirim, Zona Leste de Manaus, foi possível encontrar o litro do combustível por R$ 3,99, com pagamento apenas no dinheiro. No cartão ficava por R$ 4,12. Segundo a gerente do local, que não quis se identificar, o posto está com o valor promocional no dinheiro desde quinta-feira (4).

    Já no posto de mesma bandeira localizado na Avenida Buriti, Distrito Industrial, a gasolina estava a R$ 3,99, esse valor estava com pagamento somente no dinheiro, no pagamento em cartão é acrescentado R$ 0,30 no preço. O motorista Valdir Gomes, que mora no bairro São José, disse preferir abastecer no dinheiro, pois encontra com valores mais em conta.

    “Eles falam que o valor diminui, porque, com pagamento em cartão, taxas são descontadas, eu sempre separo o dinheiro da gasolina, para não ter problemas e conseguir preços mais baixos, R$0,30 por litro é uma boa economia no fim do mês”, destacou.

    Em outros pontos da cidade, como nos postos da Avenida Darcy Vargas, Alameda Cosme Ferreira e Avenida General Rodrigo Otávio, o preço da gasolina manteve o valor de R$ 4,69. Para alguns consumidores, é vantajoso ir mais longe para conseguir pagar mais barato, é o caso da auxiliar de administração Nicole Dantas, que mora no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus.

    Opção

    Com o verão amazônico, a troca da gasolina pelo etanol ainda não é uma boa opção. O vice-presidente do Sindicam informou que o combustível é mais leve e, portanto, não é uma boa opção para quem pensa em economizar.

    “O Etanol é mais leve e evapora mais rápido, fazer a troca é quase que se enganar nesse clima quente de Manaus. Mesmo com valores mais altos, a gasolina ainda é a melhor opção”, concluiu.

    Leia mais: 

    Tjam convoca 60 estudantes de Direito aprovados para estágio

    Medo do desemprego diminui e satisfação com a vida melhora, diz CNI

    Saiba os horários do comércio para este feriado da Padroeira do Brasil