Fonte: OpenWeather

    Férias


    Quer aprender mais sobre robótica? Shopping oferece cursos gratuitos

    A atração irá oferecer exposições, oficinas e atividades educativas através da robótica educacional e cultura maker

    As crianças de 4 e 5 anos poderão se divertir na mesa de montagem
    As crianças de 4 e 5 anos poderão se divertir na mesa de montagem | Foto: Divulgação

    Manaus- Com o objetivo de oferecer uma opção diferenciada e gratuita para as crianças e adolescentes nessas férias, o Millennium Shopping, em parceria com a ControlBolt, realizam a “Makers Imaginando o Futuro”. Entre os dias 13 e 28 de janeiro, das 10h às 19h, a atração irá oferecer exposições, oficinas e atividades educativas através da robótica educacional e cultura maker: construção e programação de robôs e invenções com mão na massa.

    Para a coordenadora de marketing do Millennium Shopping, Elizandra Xavier, a atração “Makers Imaginando o Futuro” é uma oportunidade para ajudar a criançada a pensar “fora da caixa” e buscar soluções criativas para problemas cotidianos. “Eles aprendem brincando”, destaca.

    Para conferir a programação completa e se inscrever, basta acessar o link: http://abre.ai/feriasmillennium, ou se dirigir à praça de alimentação do shopping, onde será realizado o evento.

    Durante a programação, as crianças de 4 e 5 anos poderão se divertir na mesa de montagem, que contará com peças de LEGO Education, além de desafios para pais e filhos.

    Já as crianças acima de 6 anos contarão com um espaço para montagens com iniciação à programação de robôs e mecanismos com desafios de robótica e com o novo programa STEM da FIRST ® LEGO ® League Jr. com o tema Boomtown Build da temporada 2019/2020, além de oficinas Maker com BBC micro:bit, que é uma pequena placa programável que inspira a criatividade digital, ensina o fundamental da programação e possibilita a realização de infinitas invenções.

    A idéia é que a criançada que participar do “Makers Imaginando o Futuro” crie invenções para salvar o planeta. A iniciativa faz parte do desafio mundial “Do your :bit”, lançado pela Fundação Micro:bit (Micro:bit Foundation). A iniciativa busca solucionar alguns problemas que a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu, que são metas globais.

    Outra novidade do evento é a utilização do programa Inventura, o primeiro de Educação 4.0 do Brasil, e promete ajudar no desenvolvimento de pensamento crítico e na solução de problemas. Para realizar a atividades, os alunos fazem uso do BBC micro:bit como ferramenta individualizada de aprendizagem.

    Lançamento da FIRST LEGO League Jr.

    Segundo o diretor da ControlBot, Tiago Cauassa, o “Makers Imaginando o Futuro” será uma celebração ao conhecimento. “Estamos trazendo pela primeira vez a FIRST LEGO League Jr. para a região norte, um programa recém chegado ao Brasil que incentiva crianças de 6 a 10 anos a explorar e construir através da robótica. Quem for ao evento poderá experimentar um pouco do que vai ser a  FIRST LEGO League Jr. e inscrever sua escola ou entrar para um time no evento que deve acontecer em meados de abril e maio”, adianta.

    A FIRST LEGO  League é um torneio de robótica internacional destinado a jovens, com metodologias criadas para estimular habilidades nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática.

    O evento já acontece em diversos países no mundo inteiro, inclusive no Brasil, que passou a realizar a versão Júnior (6 a 10 anos) em 2018. Como celebração ao conhecimento, ao invés de competição, a FIRST LEGO League Jr. tem a proposta de adiantar ainda mais a imersão dos alunos no mundo da robótica, uma vez que, quanto antes estimuladas, mais preparadas para os futuros desafios estarão. “As oficinas do 'Makers Imaginando o Futuro' trazem diversas atividades do tema da FIRST LEGO League Jr. deste ano, 'Boomtown Build', que é uma cidade que está em constante crescimento e as crianças vão explorar conteúdo de engenharia e arquitetura para construir um protótipo de cidade para as pessoas morarem e trabalharem e, é claro, sempre pensando na acessibilidade e inclusão”, explica Tiago.

    *Com informações da assessoria