Fonte: OpenWeather

    Economia


    Dia dos Pais deve injetar mais de R$ 71 milhões em Manaus, diz CDL

    Os números constataram que 20,6% dos pais preferem ganhar peças de vestuário - foto: Ione Moreno
    Os números constataram que 20,6% dos pais preferem ganhar peças de vestuário - foto: Ione Moreno

    Dia dos Pais traz boas expectativas de lucros para o comércio. Neste ano, a expectativa é que, mesmo com o bolso apertado, os consumidores não deixem de presentear. Segundo a Câmara de Dirigentes de Manaus (CDL Manaus) por conta da data, deve se injetar mais de R$ 71 milhões na economia amazonense, segundo pesquisa realizada pela própria entidade.

    O levantamento foi realizado no período de 13 a 17 de julho, e a margem de erro é de 4,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

    Os números constataram que, como em todos os anos, 20,6% dos pais preferem ganhar peças de vestuário. Mas, devido a uma tendência crescente de inclusão digital, os aparelhos celulares têm tido grande procura por causa da sua praticidade e foram o segundo lugar (9,8%) como queridinhos dos pais.

    A pesquisa apontou ainda, que 73,3% dos consumidores manauenses farão o pagamento das compras em dinheiro, 21% dizem que vão pagar com cartão de crédito, 3% pretendem pagar com cartão da loja, e apenas 2,0% com cartão de débito. O que demonstra que os consumidores ainda preferem não se endividar em longo prazo com aquisições de presentes.

    O levantamento mostrou que as mulheres estão mais dispostas a presentear, com uma proporção de 58,95% do total. Por outro lado, dos homens entrevistados, 54,05% pretendem presentear neste Dia dos Pais. Os pais não serão os únicos a ser homenageados na data - consumidores também devem se lembrar dos maridos, filhos, mães, avós e até os irmãos.

    Estima-se, também, que os gastos com presentes fiquem em torno de R$ 97 por consumidor. A maioria (22,5%) deve comprar itens com valores entre R$ 80 e R$ 120, outros 20,6% pretendem gastar entre R$ 40,01 e R$80, 17,1% entre R$ 120,01 e R$ 200, e, apenas 11,9% deve gastar mais de R$ 200.

    Por Asafe Augusto

    Mais lidas

    1. Pesca esportiva movimenta R$ 70 milhões no Amazonas

    2. Você conhece o coworking? Compartilhamento de espaços para empresas está em alta

    3. Expectativa de crescimento favorece criação de empregos temporários no Natal

    4. Demanda por voos para os Estados Unidos cresce no Brasil

    5. Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE