Fonte: OpenWeather

    Economia


    Conab compra sementes de milho e feijão

    Entre os produtos que tiveram aumento o feijão (16,42%) foi que apresentou a maior alta no mês - foto: divulgação
     foto: divulgação

    Estão abertas, até o próximo dia 13, as inscrições para agricultores familiares interessados na venda de sementes de milho e feijão ao governo federal, informou hoje (6) a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

    A compra foi solicitada pelo governo da Bahia. Por isso, a operação será feita por meio da Superintendência Regional da Conab no estado, que pretende adquirir 350 toneladas de sementes de feijão e 33 toneladas de sementes de milho.

    O limite de venda por agricultor familiar (pessoa física) é R$ 16 mil por ano, independentemente de terem fornecido os produtos a outras modalidades do Programa de Aquisição de Alimentos ou do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

    Pessoas jurídicas – associações e cooperativas – com base na agricultura familiar, podem participar da chamada pública, mediante apresentação dos documentos exigidos no edital, até as 12h de sexta-feira (13), pois as propostas serão abertas duas horas depois. O prazo para entrega das sementes é até 4 de dezembro.

    As sementes de milho e feijão serão doadas a famílias que tenham Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar e cadastro no plano de distribuição formulado pela Secretaria de Agricultura da Bahia.

    A prioridade é para agricultores inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, mulheres, assentados, povos indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais, beneficiários do Plano Brasil sem Miséria e da Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica.

    Sem especificar as razões, a Conab informou também que os dois leilões para contratação de fretes, previstos para hoje, foram adiados para a próxima quinta-feira (12). Com isso, adia mais um pouco o transporte de 17,54 toneladas de milho, estocadas em Mato Grosso, para abastecer os estados da Bahia, do Ceará, Espírito Santo, de Minas Gerais; de Rondônia, do Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte.

    Por Agência Brasil

    Mais lidas

    1. Pesca esportiva movimenta R$ 70 milhões no Amazonas

    2. Você conhece o coworking? Compartilhamento de espaços para empresas está em alta

    3. Expectativa de crescimento favorece criação de empregos temporários no Natal

    4. Demanda por voos para os Estados Unidos cresce no Brasil

    5. Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE