Fonte: OpenWeather

    Economia


    Vendas de Natal caíram 1% este ano, em shoppings brasileiros

    Segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping, é o maior recuo da última década - foto: reprodução
    Segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping, é o maior recuo da última década - foto: reprodução

    As vendas no período do Natal nos shopping centers brasileiros caíram 1% em 2015, já descontada a inflação, se comparadas com as do mesmo período do ano passado. O recuo é o maior registrado nos últimos 10 anos. O levantamento da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), divulgado hoje (26), não informa os valores das vendas do período natalino, apenas a variação em relação a 2014.

    As vendas registradas durante todo o ano de 2015 nos centro comerciais, no entanto, superaram as de 2014 em 1,07%: totalizaram R$ 145 bilhões, ante R$ 143,47 bilhões no ano passado. Descontada a inflação, porém, as vendas foram de R$ 130,5 bilhões, uma queda de 2,82% no ano em relação a 2014, o maior recuo da última década. No entanto, considerado os valores deflacionados, as vendas de 2015, nos últimos 10 anos, só não foram maires que as de 2014 (R$ 134,29 bilhões).

    De acordo com a Alshop, os resultados foram influenciados pela dificuldade de obtenção de crédito, associado a período de aumento de juros; elevação do dólar, o que gerou aumento de preços em vários segmentos; a alta do desemprego, da inflação e a insegurança em relação às medidas econômicas adotadas.

    “Para 2016, de acordo com os dados que temos, as vendas no primeiro semestre deverão ser iguais às do primeiro semestre de 2015, o que será considerado um resultado bom”, disse o diretor de Relações Institucionais de Alshop, Luís Augusto Ildefonso da Silva.

    Por Agência Brasil

    Mais lidas

    1. Ferramenta mostra como economizar até 35% na conta de luz

    2. Pesca esportiva movimenta R$ 70 milhões no Amazonas

    3. Você conhece o coworking? Compartilhamento de espaços para empresas está em alta

    4. Feira 'Tudo Para Casa' exibirá rochas ornamentais

    5. Expectativa de crescimento favorece criação de empregos temporários no Natal