Fonte: OpenWeather

    Economia


    Em seminário, Sebrae-AM quer ajudar pequenos negócios a lidarem com a crise

    palestrantes-reproduc
    Os palestrantes serão o empresário Marcelo Dória e o colunista da Exame Renato Meirelles – fotos: reprodução

    Com o intuito de ajudar os pequenos negócios a passarem pelo momento desafiador em que se encontra a economia do país, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Amazonas realiza no próximo dia 28, em Manaus, o seminário ‘Oportunidades para Lidar com a Crise’.

    O evento, que acontece no Manaus Plaza Centro de Convenções, a partir das 18h30, terá como palestrantes os especialistas Marcelo Dória, empresário e um dos maiores expert em varejo do país, e Renato Meirelles, colunista da revista Exame e muito experiente em comportamento do consumidor.

    Os ingressos para o seminário são limitados e estão sendo vendidos ao preço de R$ 20 para o público em geral, e R$ 10 para empresários que possuem empresas formalizadas, ou seja, com CNPJ.

    As inscrições podem ser realizadas na sede do Sebrae-AM, na avenida Leonardo Malcher, 924, Centro, ou pela plataforma do sympla no www.sympla.com.br, procurando o seminário ‘Circuito Estadual da Microempresa’. Informações na Central de Relacionamento 0800 570 0800.

    “Elaboramos o circuito para propor diversas ações de apoio às micro e pequenas empresas, de modo que neste momento de dificuldades pelo qual atravessa nosso país, o Sebrae possa ir literalmente ao encontro dos empresários”, destaca a diretora-técnica do Sebrae no Amazonas, Lamisse Cavalcanti.

    A diretora explica que, até a data do grande seminário, equipes do Sebrae deverão visitar diversas empresas in loco, abordando os empresários e convidando-os a participar das palestras e também a conhecer os pacotes de cursos e treinamentos que a instituição destina exclusivamente às Microempresas (ME) ou Empresas de Pequeno Porte (EPP). As equipes deverão visitar empresas em seis zonas da cidade.

    ME são negócios cujo faturamento é de até R$ 360 mil por ano. Já as EPPs são aquelas que faturam acima de R$ 360 mil até R$ 3,6 milhões por ano. Para as ME, o Sebrae disponibiliza diversos cursos dentro do programa Na Medida. Para as EPP a instituição oferece o programa Sebras Mais, o qual possui um conjunto de cursos voltado para as diversas áreas de atuação da empresa incluindo marketing, finanças, inovação, gestão, entre outros.

    Com informações da assessoria

    Mais lidas

    1. Pesca esportiva movimenta R$ 70 milhões em Barcelos

    2. Expectativa de crescimento favorece criação de empregos temporários no Natal

    3. Demanda por voos para os Estados Unidos cresce no Brasil

    4. Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE

    5. Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios