Fonte: OpenWeather

    Economia


    Convocação de concursados da Susam segue indefinida

    Aprovados no concurso de 2014 já realizaram uma série de manifestações cobrando a convocação para os quadros da pasta de Saúde do Estado - foto: Marcio Melo
    Aprovados no concurso de 2014 já realizaram uma série de manifestações cobrando a convocação para os quadros da pasta de Saúde do Estado - foto: Marcio Melo

    A convocação da segunda chamada de 1,8 mil aprovados no concurso público da Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas (Susam) segue sem data definida. A entidade já havia prometido que a chamada seria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), na última sexta-feira (26), mas não aconteceu.

    O edital de convocação foi enviado pela Susam à Casa Civil, mas ainda aguarda o trâmite burocrático de rotina e a devida aprovação da Secretaria de Estado de Gestão e Administração (Sead) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Tudo sem data certa para a conclusão.

    Na primeira chamada do concurso realizada em abril, 1.104 aprovados foram chamados para o preenchimento de vagas nos quadros da Susam e das Fundações de Saúde, em cargos de nível superior, médio e fundamental. Desta vez, 30% dos convocados irão atuar no interior do Estado.
    Por meio de nota, a Susam reforçou o envio do documento à Casa Civil, contudo, apontou que “não houve tempo hábil para análise e envio do edital à imprensa oficial. A convocação será publicada na edição da próxima semana”, disse o texto.

    Segundo o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, além desta chamada está previsto uma nova convocação para o mês de novembro, mas ainda não há maiores detalhes sobre essa terceira convocação. “O processo de nomeação dos concursados tem sido conduzido com o cuidado que o atual cenário econômico exige e obedecendo a Lei de Responsabilidade Fiscal”, disse em nota.

    Na primeira chamada, realizada em abril deste ano, foram convocados 1.104 aprovados, para o preenchimento de vagas nos quadros da Susam e das Fundações de Saúde, em cargos de nível superior, médio e fundamental. Após a publicação do edital no DOE, os convocados terão trinta dias para se apresentar junto a Susam levando a documentação exigida.

    Para que os convocados assumam os postos de trabalhos a Susam vem demitindo servidores do Regime Especial Temporário (RET) desde junho. A medida resultou na atuação da Defensoria Pública do Estado (DPE) que ingressará nas próximas semanas com pedido de pagamento de indenização para os servidores demitidos.

    Por Joandres Xavier