Fonte: OpenWeather

    Economia


    Primeira leva de leilões do PPI deve ocorrer até 2018; Amazonas Distribuidora de Energia está na lista

    Também estão na lista do Projeto Crescer a venda de seis distribuidoras de energia elétrica que estavam sob administração da Eletrobras, entre elas a Amazonas Distribuidora de Energia - foto: divulgação
    Também estão na lista do Projeto Crescer a venda de seis distribuidoras de energia elétrica que estavam sob administração da Eletrobras, entre elas a Amazonas Distribuidora de Energia - foto: divulgação

    Até o primeiro semestre de 2018, o governo prevê a realização de diversos leilões para a concessão ou venda à iniciativa privada de projetos nos setores de transportes, energia e saneamento. Entre as propostas, estão a concessão de quatro aeroportos, além de rodovias, ferrovias, terminais portuários e a licitação de áreas para exploração de petróleo e gás. A maioria dos leilões está programada para ocorrer em 2017.

    Também estão na lista do Projeto Crescer a venda de seis distribuidoras de energia elétrica que estavam sob administração da Eletrobras, entre elas a Amazonas Distribuidora de Energia,  mas que não tiveram as concessões renovadas. As empresas, que ficam nas regiões Norte e Nordeste deverão ser privatizadas no segundo semestre do ano que vem.

    Cinco usinas hidrelétricas também integram o plano de concessões anunciado hoje (13) pelo governo no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI): São Simão (1.710 MW), Miranda (408 MW) e Volta Grande (380 MW) são os projetos com maior capacidade instalada. Também estão previstas as concessões das pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) de Pery (30 MW) e de Agro Trafo (14 MW). As usinas estão localizadas em Minas Gerais, Goiás e Santa Catarina.

    Na área de mineração, serão concedidos quatro projetos por meio do PPI: uma mina de fosfato de Miriri, localizada na fronteira entre Paraíba e Pernambuco; uma de cobre, chumbo e zinco localizada em Palmeirópolis (TO); uma de carvão em Candiota (RS); e uma de cobre localizada em Bom Jardim de Goiás (GO).

    Veja a lista das concessões previstas no Projeto Crescer:

    Aeroporto de Porto Alegre

    Aeroporto de Salvador

    Aeroporto de Florianópolis

    Aeroporto de Fortaleza

    Terminais de combustíveis de Santarém (PA)

    Terminal de trigo do Rio de Janeiro

    Trecho das BRs-364/365, entre Goiás e Minas Gerais

    Trecho das BRs-101/116/290/386, no Rio Grande do Sul

    Ferrovia Norte-Sul

    Ferrovia Ferrogrão

    Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol)

    Hidrelétrica de São Simão, na divisa entre Minas Gerais e Goiás

    Hidrelétrica de Miranda (MG)

    Hidrelétrica de Volta Grande (MG)

    Hidrelétrica de Pery (SC)

    Hidrelétrica de Agro Trafo (SC)

    Quarta rodada de licitações de campos marginais de petróleo e gás natural

    Décima quarta rodada de licitações de blocos exploratórios de petróleo e gás natural sob o regime de concessão

    Segunda rodada de licitações do pré-sal sob o regime de partilha de produção

    Mina de fosfato de Miriri, entre Paraíba e Pernambuco

    Mina de cobre, chumbo e zinco, em Palmeirópolis (TO)

    Mina de carvão em Candiota (RS)

    Mina de Cobre em Bom Jardim de Goiás (GO)

    Venda de distribuidoras e companhias de saneamento:

    - Companha de Eletricidade do Acre (AC)

    - Amazonas Distribuidora de Energia (AM)

    - Boa Vista Energia (RR)

    - Companhia Energética de Alagoas (AL)

    - Companhia Energética do Piauí (PI)

    - Centrais Elétricas de Rondônia (RO)

    - Companhia Estadual de Águas e Esgotos (RJ)

    - Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia (RO)

    - Companhia de Saneamento do Pará (PA)

    Por Agência Brasil