Fonte: OpenWeather

    Economia


    Desempregados do PIM e do comércio estão migrando para a atividade rural

    Segundo a ADS, está havendo uma forte migração de demitidos do PIM para a atividade rural - Divulgação

    Mais de 80% dos produtores rurais que buscaram cadastramento na Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), este ano, são pessoas que ficaram desempregadas nos últimos anos. De janeiro a março, 13.060 famílias da capital e interior se cadastraram na agência para integrar os programas da instituição contra 6.330 famílias no primeiro trimestre do ano passado.

    Atualmente, 55 mil produtores do Amazonas possuem cadastro na agência e são beneficiados pelos programas da ADS. Com a ampliação e aperfeiçoamento das atividades da Agência, aumentou a procura de trabalhadores de outras áreas na tentativa de mudança de ramo e migração para a produção rural.

    “Oito em cada dez novos produtores que foram cadastrados na agência neste ano eram ex-funcionários do Polo Industrial ou ex-colaboradores do comércio”, afirmou o presidente da ADS, Lissandro Breval, lembrando que a taxa de desemprego neste mês alcançou a marca de 17,7% no Estado, a maior desde 2012.

    Só neste ano, foram movimentados mais de 14 milhões em recursos pelos programas da ADS. A previsão até o final de 2017 é que os recursos para capacitar e treinar os produtores rurais ultrapasse os 88 milhões.

    ADS deve investir R$ 88 mi até o fim do ano na capacitação dos produtores

    Programas
    A Agência de Desenvolvimento Sustentável ampliou de quatro para nove o número de feiras de produtos regionais na capital e no interior. Com isso, aumentou, também, o número de produtores que vendem nesses locais. Antes eram 310, agora são 530 famílias beneficiadas

    Em Manaus as feiras da ADS funcionam na Agremiação de Subtenentes e Sargentos da Amazônia (ASA); na Polícia Militar (PM); no Clube dos Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica (Cassam); na Escola Estadual Júlio Cesar de Morais Passos (Cidade Nova) e no Shopping Sumaúma. No interior, as feiras foram implantadas no Rio Preto da Eva, Boa Vista, Iranduba e Parintins.

    O Promove (Programa dos Mobiliários Escolar) é outra atividade intermediada pela ADS, onde produtores de móveis da região fornecem os produtos para as instituições de ensino no Estado.

    Com informações da assessoria

    EM TEMPO