Fonte: OpenWeather

    Economia


    INSS triplica o valor de benefícios em R$ 12 bi no AM

    A média de pagamento dos benefícios do INSS no país é de 17% e, aproximadamente, 32 milhões de brasileiros estão recebendo - Divulgação - Valter Campanato/Agência Brasil

    Os pagamentos de benefícios previdenciários no Amazonas devem triplicar de valor nos próximos 3 anos e alcançar um montante superior a R$ 12 bilhões. O avanço é graças à implementação da nova plataforma de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que vai espalhar agências digitais em todos os 62 municípios do Estado, aumentando o alcance das concessões. O primeiro evento de treinamento técnico foi realizado ontem (13), na sede da Federação da Indústria do Estado do Amazonas (Fieam).

    O Amazonas ocupa a segunda colocação entre os piores Estados em distribuição desses benefícios, com um pagamento anual de R$ 4,3 bilhões em benefícios para os amazonenses. A média de pagamento dos benefícios do INSS em todo o país é de 17% e, aproximadamente, 32 milhões de brasileiros estão recebendo.

    Porém, o gerente executivo do INSS no Amazonas, Clizares Santana, informou que, atualmente, existem 312 mil beneficiárias em todo o Amazonas, o que corresponde apenas a 7% da população, deixando um percentual abaixo
    da média nacional.

    Esses números significam que ainda restam 10%, ou 400 mil amazonenses, com totais direitos de receber os auxílios, mas por conta das dificuldades logísticas para chegar até uma agência do INSS e realizar os trâmites legais, acabam perdendo esse acesso.

    O instituto tem, atualmente, apenas 26 agências instaladas em 20 municípios do Amazonas. “Vamos proporcionar uma verdadeira revolução no Amazonas no modo de atender, cumprindo com os serviços que a população tem por direito, mas não consegue ter acesso”, comentou Santana.

    O funcionamento do projeto vai acontecer por meio da assinatura de um acordo de cooperação técnica entre o INSS Amazonas e a Associação Amazonense de Municípios (AMM), para que as 62 prefeituras recebam a estrutura da agência digital e servidores para fazer o atendimento.

    Clizares Santana explicou que, a princípio, no início dos trabalhos, que devem iniciar a partir dos meses de julho e agosto, os trabalhadores poderão comparecer a essas agências, fazer a digitalização de documentos que serão enviados via internet para as agências físicas de fato, que farão as análises das solicitações. “Nenhum trabalhador vai precisar sair de sua cidade para ter acesso ao INSS. Será necessário apenas procurar a sede da prefeitura e fazer sua solicitação”, detalha.

    Saúde

    Em breve, o INSS também deve implantar em todos os 62 municípios a estrutura de perícia médica. “Hoje, não possuímos médicos peritos suficientes para atender a todos os municípios, mas logo estaremos disponibilizando essa estrutura para melhor atender à população”, completa Santana.

    O projeto conta com a parceria da AAM e da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM). Tanto o presidente da AAM, João Campelo, quanto da OAB, Marco Aurélio Choy, assinaram o protocolo de intenção do convênio com o INSS.

    Melhorias

    Além do INSS Digital, também foi lançado o PrevBarco. Implantado em 2001, o projeto estava inativo no Amazonas desde o fim de 2014. De volta ao Estado, o PrevBarco vai levar os serviços da Previdência Social aos segurados que habitam as margens dos rios, em comunidades mais afastadas, sem acesso à Previdência Social.

    Outro avanço é que, desde 2 de maio, o INSS quadruplicou a oferta de vagas nas sete agências de Manaus. Antes, o instituto oferecia 5 mil vagas agendadas, mas, agora, está ofertando 20 mil. O tempo de espera do atendimento agendado caiu de 40 para dez dias.

    Joandres Xavier
    EM TEMPO