Fonte: OpenWeather

    Eleições 2016


    Um deles vai governar o Amazonas por 14 meses

    Os nove candidatos que disputam o governo do Estado vão votar todos no horário da manhã e, durante o resto do domingo, vão realizar atividades diversas até o início da apuração - Arquivo EM TEMPO

    Eles serão as opções de voto dos mais de 2 milhões de eleitores do Estado, neste domingo, mas também vão exercer seu dever de cidadão nas urnas. Os nove candidatos que aspiram a governar o Amazonas terão um dia cheio, hoje, na expectativa de saírem vencedores ou dentro do segundo turno, à noite, após o resultado da votação ser proclamado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

    O primeiro a votar neste domingo será o candidato Luiz Castro (Rede). Conforme sua assessoria de imprensa, ele deve chegar por volta das 8h30 na UniNilton Lins, no bairro Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul, onde vota. Em seguida, acompanha seu vice na chapa, o delegado da Polícia Civil, João Victor Tayah, por volta das 9h.

    Castro programou assistir à missa católica na igreja Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Parque 10, Zona Centro-Sul e, em seguida, deve passar o dia com a família, militantes e apoiadores em local não divulgado, onde deverá acompanhar a apuração dos votos, a partir das 17h.

    Leia também: Luiz Castro vota e afirma que fez uma campanha limpa de ‘amarras’

    Sem anunciar a hora exata em que irá votar, o candidato Amazonino Mendes (PDT) deve se dirigir ainda nesta manhã à zona 37, seção 662, num posto de votação localizado na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). A expectativa é que ele vá em comitiva com aliados, votar, inclusive com a presença do prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), seu principal apoiador.

    Eduardo Braga (PMDB) vota às 9h na seção 520 da zona 40, localizada na escola municipal Professora Eliana Lúcia M. Silva, bairro Santo Agostinho, Zona Oeste. Ele irá acompanhado da esposa, Sandra Braga, e do vice, Marcelo Ramos (PR). Antes disso, o candidato a vice vota na Escola Superior de Tecnologia da UEA, localizada na avenida Darcy Vargas, Zona Centro-Sul.

    No mesmo horário, às 9h, a candidata Rebecca Garcia (PP) votará na zona 11 da escola estadual Ângelo Ramazzotti, Adrianopólis, Zona Centro-Sul. Ela irá acompanhada da família e do governador interino David Almeida (PSD), o principal apoiador de sua candidatura.

    Antes disso, ela acompanha o governador no bairro Morro da Liberdade, Zona Sul, onde ele votará na escola Antônio Lucena Bittencour. A previsão é que a candidata não tenha nenhuma agenda externa e deve acompanhar a apuração dos votos em sua casa.

    Leia também: Prefeito de Manaus vota nas eleições suplementares do AM e fala em voto consciente

    Jardel Nogueira (PPL) votará na Escola Superior de Tecnologia da UEA entre 9h e 11h. O caminho para a votação será a pé, informou por meio de nota, e sairá acompanhado de seus funcionários do salão Jardel, localizado na rua Alexandre Magno, conjunto Shangrilá 2, bairro Parque 10, Zona Centro-Sul.

    Também no Parque 10, vota o candidato José Ricardo (PT), entre 9h e 10h, no Centro Social Urbano (CSU). Ele deve ser chegar ao local acompanhado de uma pequena comitiva.

    A candidata Liliane Araújo (PPS) votará às 10h na escola estadual Nathalia Uchoa, que fica no bairro Japiim, Zona Sul, próxima da sede da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Em seguida ela segue para casa, onde ficará com a família e acompanhará a contagem dos votos.

    Marcelo Serafim (PSB) votará às 9h30 na escola estadual Ângelo Ramazzotti. Ele irá acompanhado de seu vice na chapa, Sirlan Cohen (PMN), que posteriormente será acompanhado por ele até a UniNilton Lins, seu local de votação.

    Wilker Barreto (PHS) também votará na Escola Superior de Tecnologia da UEA por volta de 9h30. Em seguida, ele irá acompanhar a candidata a vice, Professora Jacqueline (PHS), na escola municipal Nossa Senhora da Paz, no Bairro da Paz, Zona Centro-Oeste. A contagem dos votos será acompanhada por ele em casa e com a família.

    Eleições suplementares

    A escolha do futuro governador será decidida por mais de 2,3 milhões de eleitores no Estado.

    O horário de votação será das 8h às 17h e o eleitor que não estiver em sua cidade de votação deve justificar a ausência no mesmo dia. Caso não haja justificativa, o eleitor pode receber multa de R$ 3,51 por turno e, se não efetuar o pagamento, ficará com débito na Justiça Eleitoral.

    Wal Lima
    EM TEMPO