Fonte: OpenWeather

    Vida de solteira


    Mulheres solteiras vivem mais e são mais felizes, diz especialista

    Cientista comportamental desconstrói estigmas sobre marcadores de sucesso na atualidade

    | Foto: Reprodução

    Devido a nossa cultura de que toda mulher deve nascer, crescer e procriar, muitas acreditam que a felicidade está no casamento ou nos filhos, porém, segundo um especialista em comportamento humano, a história não é bem essa.

    Autor do livro Felizes Para Sempre e professor de ciências comportamentais, Paul Dolan afirma que na verdade mulheres solteiras e sem filhos vivem mais e tem uma melhor qualidade de vida. Em um estudo realizado nos Estados Unidos, a Pesquisa de Tempo de Uso Americano (ATUS), comparou níveis de felicidade e tristeza em pessoas solteiras, casadas, divorciadas, separadas e viúvas. O resultado foi que aquelas que vivem só tem menos preocupação e consequentemente são mais felizes. 

    No entanto, no caso do público masculino, a história é outra. Conforme estudos, os homens se beneficiaram com o casamento porque “se acalmaram”, disse Dolan. “Você corre menos riscos, ganha mais dinheiro no trabalho e vive um pouco mais. A parceira, por outro lado, tem que aguentar isso e morre mais cedo do que se nunca tivesse se casado. O subgrupo mais saudável e feliz da população são as mulheres que nunca se casaram ou tiveram filhos”, completou.

    Contudo, existem outras variáveis nessa equação. O especialista aponta que, apesar dos benefícios de um estilo de vida sem responsabilidades com marido e filhos, os preconceitos presentes na sociedade podem levar algumas mulheres solteiras a se sentirem infelizes.

    “Você vê uma mulher solteira de 40 anos, que nunca teve filhos e pensa: ‘Deus, que pena, não é? Talvez um dia você encontre o cara certo e isso mude.’ Não, talvez ela encontre o cara errado e isso mude. Talvez ela encontre um cara que a torne menos feliz e saudável, e morra mais cedo”, encerrou o especialista.

    *Com informações de Metrópoles

    Leia mais: 

    Vai transar? Saiba como deixar a região íntima adocicada

    Sangue menstrual pode revelar mais do que você imagina; saiba como

    Conheça as principais mudanças que afetam o desejo sexual da mulher