Fonte: OpenWeather

    Futebol


    Fla e Cruzeiro revivem decisão da Copa do Brasil na Libertadores

    Cariocas e mineiros voltam a fazer um confronto decisivo. Desta vez, pelas oitavas de final da principal competição continental das Américas

    Arrascaeta é uma das armas celestes para o confronto diante do Flamengo | Foto: Washington Alves/Light Press

    Rio de Janeiro (RJ) – Menos de um ano depois de terem decidido o título da Copa do Brasil nos pênaltis, Flamengo e Cruzeiro voltam a protagonizar confrontos decisivos. Os dois times duelam nesta quarta-feira (8), às 20h45 (de Manaus), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pelo choque de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

    A Raposa levou a melhor na final de 2017 e chega empolgada pela primeira posição do grupo 5. O Rubro-Negro ficou na segunda posição de uma chave vencida pelo River Plate.

    Daquela final para cá as coisas mudaram muito, mas as duas equipes continuam com boas credenciais. O Cruzeiro ganhou ainda o título do Campeonato Mineiro, está nas quartas de final da Copa do Brasil, assim como o Flamengo, e sonha com o caneco continental.

    O Rubro-Negro sequer foi finalista em seu estadual, que teve o Botafogo como campeão, porém, briga pela liderança do Campeonato Brasileiro, onde o Cruzeiro é apenas o oitavo colocado

    A influência da final da Copa do Brasil do ano passado no Flamengo foi minimizada pelo técnico do Cruzeiro, Mano Menezes.

    “Mesmo que a decisão do ano passado não tivesse acontecido e que os dois times não tivessem decidido o título, mesmo assim, poderíamos esperar dois grandes jogos, cercados de rivalidade, pelo que ambos representam para a Copa Libertadores e para o futebol brasileiro”, declarou.

    Vitinho briga com Marlos Moreno por uma vaga no time titular do Flamengo
    Vitinho briga com Marlos Moreno por uma vaga no time titular do Flamengo | Foto: Gilvan de Souza/Flamengo


    Barbieri seguiu na mesma linha do colega do time mineiro. “Não existe clima de revanche contra o Cruzeiro, mas é um clássico do futebol brasileiro. Um adversário muito forte e qualificado”, afirmou.

    “Temos um grupo muito maduro e acostumado a grandes decisões. Encaramos como mais uma grande decisão, assim como a que enfrentamos na Copa do Brasil, no Brasileiro. Não estamos hierarquizando os jogos. Estamos muito motivados. É uma decisão de 180 minutos”, afirmou.

    Desfalques

    Em termos de escalação, o grande desfalque do Flamengo será o meia Lucas Paquetá, suspenso pelo segundo amarelo na primeira fase da Libertadores. Para seu lugar, Barbieri tem várias opções, como o jovem Jean Lucas, Rômulo, William Arão, e o mais novo reforço da equipe, o volante paraguaio Piris.

    O treinador também não vai contar com o atacante Paolo Guerrero, que está em fim de contrato, mas alega dores musculares para não ir a campo. O colombiano Fernando Uribe deve ser mantido no time titular, com Lincoln ficando como opção no banco de reservas. No meio-de-campo uma disputa de ordem tática, com Vitinho brigando por posição com o colombiano Marlos Moreno pela vaga que antes da Copa era de Vinicius Júnior, hoje no Real Madrid.

    No Cruzeiro, o volante argentino Lucas Romero, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, está fora do jogo, e Lucas Silva herda a sua vaga. Além disso, o atacante Rafael Sóbis levou uma pancada no tornozelo esquerdo, no duelo contra o Vitória, e também não vai para a partida contra o Rubro-Negro.

    No meio campo, Thiago Neves e Rafinha disputam posição. A grande dúvida de Mano Menezes está no ataque. Isso porque Barcos ainda trabalha para ficar em sua melhor forma. Em contrapartida, Raniel vem pedindo passagem, com gols importantes.

    Leia mais

    CBF anuncia uso do árbitro de vídeo em partidas da Copa do Brasil

    Fifa deixa Neymar fora da lista de melhores do mundo

    Continuidade de Tite era desejo de 76% dos brasileiros, diz pesquisa