Fonte: OpenWeather

    Cruzmaltino


    Vasco termina sem títulos mas lidera em número de sócios-torcedores

    Situação de Vanderlei Luxemburgo no clube ainda é incerta

    Vanderlei Luxemburgo, técnico do Vasco | Foto: REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reservados

    É hora de balanço no Vasco. O time não conquistou nenhum título em 2019 e terminou o Brasileirão em 12º lugar. A campanha da equipe carioca resume-se a 12 vitórias, 13 empates e 13 derrotas. O time chegou a flertar com o Z-4, mas começou a mudar seu destino a partir da quinta rodada com a chegada de Vanderlei Luxemburgo. A dúvida agora é se ele continua ou não no comando técnico da caravela vascaína.

     “Eu quero continuar, o presidente quer que eu continue. Mas tem uma série de coisas. Eu tenho que fazer o meu trabalho: planejar o ano seguinte e entregar para a diretoria. Minha negociação segue naturalmente”, despistou Luxa.

    O ataque cruzmaltino marcou 39 gols e sofreu outros 45 no Brasileirão. Na última partida do Vasco, contra a Chapecoense, a defesa cochilou e os catarinenses empataram aos 48 do segundo tempo. O resultado frustrou quase 70 mil torcedores no Maracanã, que cobraram um elenco melhor para 2020.

     “O que o torcedor mostrou para nós é que ele quer alguma coisa do Vasco na próxima temporada,  que não seja simplesmente brigar para não cair”, avalia o treinador, lembrando que as contratações para o próximo ano precisam ser certeiras. “Não podemos errar. Para a equipe que queremos, queremos mais Guaríns”.

    O Vasco encerrou a promoção para a conquista de novos sócios neste domingo (7). Em duas semanas, recebeu milhares de solicitações de adesão. A onda da torcida garantiu a liderança nacional do Cruzmaltino entre clubes com sócios-torcedores, com o total de 178.325.