Cruzeiro


Cruzeiro anuncia eleição em maio para presidente com mandato 'tampão'

Cruzeiro anuncia eleição em maio para presidente com mandato 'tampão' e pleito terá medidas de segurança para evitar o contágio da covid-19

Segundo o jornalista esportivo, Orlando Augusto, estas eleições já estavam programadas
Segundo o jornalista esportivo, Orlando Augusto, estas eleições já estavam programadas | Foto: Divulgação

Belo Horizonte - Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19), o Cruzeiro vai realizar eleições à presidência do clube no dia 21 de maio. Após o aval das autoridades de saúde da prefeitura de Belo Horizonte (MG), a comissão eleitoral foi formada e todos os envolvidos no pleito estão orientados a usar máscaras de proteção e álcool em gel.

Segundo o jornalista esportivo, Orlando Augusto, estas eleições já estavam programadas. Ele ressalta ainda que o vencedor só terá mandato até dezembro, quando irá ocorrer uma nova disputa.

“Havia uma divisão na torcida e entre os dirigentes, muitos estavam satisfeitos com a atual gestão do Conselho Diretivo e defendiam que ficasse até o fim do ano, porém, outra ala queria eleições agora. O favorito a vencer é o advogado Sérgio Santos Rodrigues pela Chapa Centenário, mas até o dia 10 de maio podem surgir outros candidatos, o que certamente irá acontecer. O empresário Giovani Baroni, por exemplo, deve ser um dos concorrentes à presidência” , explica Orlando, que faz a cobertura jornalística do futebol mineiro há quatro décadas. “

Além do mais alto cargo do Cruzeiro, também será definido o próximo presidente do Conselho Deliberativo do clube.  Várias medidas de segurança deverão ser tomadas para evitar aglomerações. Dois ou três pontos de votação devem ser implantados para evitar a aglomeração dos aproximadamente 400 conselheiros.

Segundo a Secretaria estadual de Saúde, Minas Gerais registrava 71 mortes e 1.649 casos confirmados da covid-19,  segundo a noite da última terça-feira (28). Havia ainda 79.313 casos suspeitos e 88 óbitos sendo investigados. 

Desde a renúncia de Wagner Pires de Sá e dos diretores nomeados por ele, o Cruzeiro é administrado por um Conselho Diretivo, tendo José Dalai Rocha, de 81 anos, como presidente interino. Rocha foi infectado pelo novo coronavírus no final de março, mas já passa bem de saúde.