Fonte: OpenWeather

    Técnico Vadão


    Times brasileiros prestam solidariedade a ex-técnico da seleção

    Vadão, ex-técnico da seleção feminina de futebol, está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo

    Somente na quarta-feira (20) a notícia da internação veio a público
    Somente na quarta-feira (20) a notícia da internação veio a público | Foto: Divulgação

    Diversos clubes do futebol brasileiro vêm manifestando solidariedade ao técnico Vadão, ex-treinador da seleção brasileira feminina de futebol. Aos 63 anos, ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP), desde a semana passado, por causa de um câncer no fígado, diagnosticado no início de 2020.

    Somente na quarta-feira (20) a notícia da internação veio a público. Com forte ligação com o interior paulista -  principalmente com  a Ponte Preta e o Guarani - o Senhor dos Dérbis, como é conhecido, recebeu mensagens de apoio, no Twitter, de ambas as instituições.

    “O técnico Osvaldo Alvarez, mais conhecido como Vadão, está passando por um momento complicado de saúde. Nos momentos bons e ruins de nossa história, sempre estivemos juntos e, agora, não será diferente. A Maior do Interior está contigo, Vadão! #ForçaVadão”, desejou o Bugre ao treinador que participou da campanha do vice-campeonato da Série B.

    Homenagens ao técnico Vadão
    Homenagens ao técnico Vadão | Foto: Divulgação

    A Macaca publicou: "A Ponte Preta deseja melhoras ao técnico Vadão e se une à família e amigos, torcendo por uma rápida recuperação do treinador que trouxe tantas alegrias à torcida pontepretana. Força, Vadão! Estamos com você. #JogamosJuntos”.

    “Campeão brasileiro da série C de 1995 pelo Nhô Quim, o técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, passa por um momento complicado de saúde e o Alvinegro Piracicabano torce pela recuperação do vitorioso treinador. Estamos com você, professor! ForçVadão".

    Do Sul do país, o Criciúma - campeão catarinense em 2013 - demonstrou carinho na mensagem. “Vadão, o nosso técnico campeão Catarinense de 2013, está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Logo você vai estar fazendo o que mais gosta de novo! Força, professor! Estamos com você!”

    Vadão teve duas passagens pela seleção feminina em competições importantes. A primeira delas foi na Olimpíada Rio 2016, em que o Brasil terminou em quarto lugar. O último trabalho no comando da seleção foi ano passado, na Copa do Mundo (França): as brasileiras seguiram até as oitavas de final, quando perderam para as anfitriãs. 

    Vadão também trabalhou no Corinthians, Goiás, Bahia, Vitória, São Paulo e Mogi Mirim. Nesta última, a equipe sob seu comando ficou conhecida como Carrossel Caipira, no início do anos de 1990.