CBF


Marta é cortada da seleção feminina após testar positivo para Covid-19

Atacante não irá jogar na seleção brasileira e será substituída pela defensora Camila

Jogadora estava escalada para dois jogos preparatórios contra o Equador
Jogadora estava escalada para dois jogos preparatórios contra o Equador | Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - A Confederação Brasileira de Futebol (Cbf) anunciou na tarde deste sábado (21) que a jogadora Marta foi cortada da seleção brasileira após testar positivo para covid-19.

A camisa 10 da seleção havia sido convocada para dois jogos preparatórios diante do Equador.

A defensora Camila, do Avaí/Kindermann, foi a escolhida para substituir Marta.

Segundo a CBF, “o departamento médico da seleção feminina já comunicou o clube da jogadora, o Orlando Pride (EUA), sobre o resultado do exame e prestará toda a assistência necessária”.

As 25 jogadoras convocadas se apresentarão à técnica sueca Pia Sundhage na próxima segunda-feira (23), em Guarulhos (SP).

Leia Mais:

Tênis de mesa: Hugo Calderano dá adeus ao ITTF Finals

Jogos retornam e casos de Covid aumentam entre atletas do Brasil

Racismo no esporte: uma luta que vai além da disputa títulos