Fonte: OpenWeather

    Decisão


    Palmeiras joga contra Defensa y Justicia por sequência de títulos

    O jogador Rony acrescentou que todo o time está focado para mais um título

     

    Os atletas atuam em atividade coletiva posicional, trabalhos de transição, verticalidade e marcação, além de finalizações, passes e outros aspectos de jogo
    Os atletas atuam em atividade coletiva posicional, trabalhos de transição, verticalidade e marcação, além de finalizações, passes e outros aspectos de jogo | Foto: Cesar Greco/Palmeiras

    O atual campeão paulista, da Copa do Brasil e da CONMEBOL Libertadores, o Palmeiras, joga nesta quarta-feira (7) com desejo de vitória sobre o time argentino Defensa Y Justicia. O duelo de ida da Recopa Sul-Americana acontece no estádio Norberto Tomaghello, em Buenos Aires, às 21h30.

    O técnico Abel Ferreira voltou das férias com a família e já comandou treinos táticos voltados para o clássico nas terras dos Hermanos. Além da Recopa, o porco disputa no dia 11 de abril a Supercopa do Brasil contra o Flamengo.

    Os atletas atuam em atividade coletiva posicional, trabalhos de transição, verticalidade e marcação, além de finalizações, passes e outros aspectos de jogo. O meio-campista Zé Rafael, que cumpre cronograma individualizado neste início de ano, participou de quase todo o treinamento integrado aos companheiros.

    “É sempre muito difícil enfrentar equipes argentinas, é uma final, e estamos nos preparando para chegar lá e fazer uma grande partida”, afirmou o camisa 8 do clube.

    Camisa 7

     

    Os torcedores apostam que o atacante pode fazer a diferença no jogo da Recopa
    Os torcedores apostam que o atacante pode fazer a diferença no jogo da Recopa | Foto: Cesar Greco/Palmeiras

    Peça fundamental na conquista da Tríplice Coroa em 2020, o atacante Rony inicia a temporada sendo a nova camisa 7 do Verdão.

    “Estou muito feliz por voltar a vestir o número 7, até pelo fato de se tratar de um clube como o Palmeiras. Quando saiu a numeração e eu estava com a 7, fiquei muito feliz, transbordei de alegria. É uma felicidade imensa. Acredito que é uma conquista para o jogador estar vestindo o número 7 do Palmeiras”, disse o atacante, vice-líder da equipe em assistências na temporada passada com nove passes certeiros.

    Os torcedores apostam que o atacante pode fazer a diferença no jogo da Recopa. “Rony você já marcou sua história no clube. Fez o que poucos conseguiram, foi nosso melhor jogador na Libertadores e de quebra deu o passe para um dos gols mais importantes da nossa história. A camisa 7 te caiu muito bem”, disse Thiago Ortolani, torcedor do porco e motivado pelo desempenho do time em campo. 

    O elenco alviverde estreia neste jogo a numeração da temporada 2021. As novidades são as camisas do goleiro Vinicius (72 para 1), dos atacantes Rony (11 para 7), Wesley (47 para 11) e Breno Lopes (39 para 19), do zagueiro Renan (26 para 3) e dos laterais Lucas Esteves (16 para 6) e Victor Luis (36 para 26).

    Rony acrescentou que todo o time está focado para mais um título. Segundo ele, este é um ótimo momento de representar o Brasil na competição e dar alegria para os torcedores do time vitorioso. 

    “Está todo mundo focado no objetivo que é, mais uma vez, ser campeão com o Palmeiras. Estou muito feliz de estar participando, espero mais uma vez dar o meu melhor, dando títulos e alegria aos torcedores, que sempre nos apoiam e estão nos dando força. São dois jogos, é ir lá, fazer um bom trabalho, e trazer um bom resultado aqui para dentro de casa”, finalizou o jogador, uma das armas alviverdes para a partida. 

    Este é um confronto inédito, pois o Palmeiras nunca enfrentou o Defensa y Justicia em toda a história e também nunca atuou no estádio Norberto Tomaghello. 

    Esta será a 100ª partida do verdão contra adversários argentinos em toda a história. E também é a terceira final entre Palmeiras e uma equipe argentina em toda a história. O time foi vice-campeão nas Libertadores de 1968, contra o Estudiantes, e de 2000, contra o Boca Juniors. 

    A última derrota do Defensa y Justicia ocorreu no dia 29 de novembro, por 3 a 2. O time está invicto há nove jogos como mandante.

    Lista de inscritos para a competição: Vinícius Silvestre, Marcos Rocha, Renan, Benjamin Kuscevic, Patrick de Paula, Lucas Esteves, Rony, Zé Rafael, Erick Pluas, Luiz Adriano, Wesley, Maike, Luan, Gustavo Scarpa, Gustavo Gómez, Vitinho, Matías Viña, Danilo Barbosa, Breno Lopes, Lucas Lima, Weverton, Davi, Raphael Veiga, Natan, Gabriel Menino, Victor Luis, Gabriel Veron, Danilo, Willian, Felipe Melo, Mateus, Garcia, Alan Empereur, Ramon, Fabinho, Kevin, Rafael Elias, Marcelinho, Marino, Caio Cunha, Giovani, Jailson, Jhow, Henri, Pedro Bicalho, Vanderlan, Robinho, Newton Williams e Pedro Acácio. 

    Leia mais:

    Minas Tênis Clube conquista Superliga Feminina de Vôlei

    Tite recebe a primeira dose da vacina contra a Covid-19, no RJ