Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Convocada dois dias antes de viagem, brasileira conquista ouros na ginástica

    A equipe brasileira de ginástica rítmica embarcaria no sábado retrasado (11) para o Pan de Toronto, mas não passava pela cabeça de Morgana Gmach disputar o evento.

    Reserva do conjunto, ela estava conformada em assisti-lo pela televisão. Na quinta (9), seu telefone tocou em meio a treinamentos em Aracaju, onde se baseia o time permanente.

    "Você vai para o Pan", escutou. A capitã brasileira, Débora Falda, havia acabado de sofrer uma lesão e estava fora de Toronto.

    "Arrumei as malas às pressas. Trouxe pouca roupa, praticamente peguei só o que tinha pela frente. Mas, é claro, fiquei empolgada", contou.

    Morgana viajou com a equipe, e, para quem não tinha expectativa alguma, o Pan saiu melhor que a encomenda.
    Ela e o conjunto nacional faturaram dois ouros e uma prata nas finais por equipamentos e na geral que disputaram.
    "Saí mais do que no lucro. E nosso desempenho foi melhor do que o esperado", afirmou a paranaense de 21 anos, natural de Toledo.

    Ciente da dor por que passou Débora, capitã até a véspera do Pan, a equipe brasileira a presenteou com uma mascote do evento. Mas Morgana não abre mão da medalha.

    "Fizemos uma homenagem e demos um presente. Mas da medalha não dá para abrir mão, né?", disse, aos risos.

    Por Folhapress

    Mais lidas

    1. Treinadores reclamam da arbitragem no Amazonense de base

    2. Judoca amazonense disputa Mundial Júnior na Croácia

    3. Inscrições para 8º edição da Corrida Cidade de Manaus abrem nesta quarta

    4. Dificuldades em aprender Matemática? Escola promove Festival de Xadrez para auxiliar o aprendizado de alunos

    5. Brasil mantém 2ª lugar de ranking da Fifa; cabeças de chave são confirmados