Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Atlético é recordista em finais disputadas sem nenhuma conquista

    Três vezes vice-campeão (1974, 2014 e 2016), o 'Atleti' nunca venceu a competição - foto: divulgação
    Três vezes vice-campeão (1974, 2014 e 2016), o 'Atleti' nunca venceu a competição - foto: divulgação

    Com a derrota para o Real Madrid nos pênaltis na final da Liga dos Campeões neste sábado (28), o Atlético de Madri isolou-se como o clube de pior aproveitamento na história das decisões do torneio. Três vezes vice-campeão (1974, 2014 e 2016), o "Atleti" nunca venceu a competição.

    A Juventus, da Itália, já ocupou a segunda colocação em seis ocasiões (1973, 1983, 1997, 1998, 2003 e 2015) e acumula o maior número de vices. No entanto, é bicampeã da Liga dos Campeões (1985 e 1996).

    O Benfica, de Portugal, perdeu cinco finais (1963, 1965, 1968, 1988 e 1990), mas fui superior em outras duas (1961 e 1962).

    O Valencia, também da Espanha, é a equipe com experiência mais parecida à do Atlético: nunca venceu e foi vice-campeão em duas temporadas (2000 e 2001).

    Além das duas derrotas para o Real Madrid, em 1974 o Atlético perdeu para o Bayern de Munique. O título foi definido em dois jogos na Bélgica. No primeiro, 0 a 0. No segundo, 4 a 0 para os alemães, que contaram com gols de Uli Hoeness e Gerd Muller –cada um marcou dois.

    O Real Madrid vive experiência oposta, tendo chegado agora ao 11º título de Liga dos Campeões, ampliando sua vantagem sobre Milan (sete campeonatos), Bayern de Munique, Barcelona e Liverpool (cinco). O Real perdeu três finais –1962, 1964 e 1981.

    Por Folhapress