Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Amazonense conquista medalha de prata no mundial de jiu-jitsu

    JIUJITSU_MAURONETO_DIVULG
    Atleta mostra, orgulhoso, a medalha conquistada na competição - foto: divulgação

    O Amazonas, novamente, foi destaque em uma competição de jiu-jitsu. Desta vez, o feito foi realizado pelo faixa preta Gabriel Castro, que chegou em Manaus, na madrugada desta quinta-feira (21), trazendo na bagagem a medalha de prata pela categoria absoluto, conquistada no Campeonato Mundial de Jiu-Jítsu Esportivo, que ocorreu em São Paulo, no último fim de semana.

    O amazonense fez cinco lutas na capital paulista e afirmou que o evento também serviu de preparação para a próxima missão, que, desta vez, será internacional. Trata-se do Campeonato Mundial de Master, que recebe a chancela da Federação Internacional de Jiu-Jítsu (IBJJF, na sigla em inglês), em agosto, na Califórnia.

    “Fiquei bastante feliz com meu resultado em São Paulo. Eu gostaria de ter conquistado o ouro, mas tudo que vivenciei se transformou em aprendizado. Foi um vacilo na final do Absoluto, que não vai mais se repetir e sigo para o Mundial Master mais confiante e atento”, considerou Gabriel.

    Para o evento nos Estados Unidos, o atleta conta que seguirá antes para aclimatação. Pupilo do mestre Omar Salum, ele irá treinar na Gracie Humaitá. “Nos próximos dias, eu já sigo para a Califórnia, onde vou me concentrar totalmente nos treinos. A ideia é fazer a programação utilizando os três horários do dia, com treinos intercalados pela manhã, tarde e noite. Nunca fui para a Califórnia e esta será a chance também de me adaptar melhor ao clima”, comentou o amazonense, que, além de atleta, é também bombeiro e se divide entre morar em Manaus e em Rorainópolis (RR).

    “Ser bombeiro é uma profissão que amo e exerço com muita responsabilidade. O jiu-jítsu, por sua vez, me ajuda a ser um bom profissional, pois necessito de muita resistência física e condicionamento. Sou concursado em Rorainópolis há 3 anos, mas sou amazonense e filiado às federações do Amazonas. Amo meu Estado e qualquer lugar do mundo represento com muito orgulho o lugar onde nasci. Nunca será diferente”, destacou.