Fonte: OpenWeather

    Esportes


    MP-AM e CBF se reúnem para decidir sobre jogo eliminatório da Copa

    A reunião conciliatória entre o órgão estadual e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) - foto: Rosianne Couto
    A reunião conciliatória entre o órgão estadual e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) - foto: Rosianne Couto

    A juíza Mônica do Carmo vai decidir no decorrer desta segunda-feira (25) sobre as reivindicações feitas pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) para que o jogo entre Brasil e Colômbia seja realizado na Arena da Amazônia.

    A partida é válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo e está programada para ocorrer em setembro. A reunião conciliatória entre o órgão estadual e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está sendo realizada na 11ª Vara Cível do Fórum Henoch Reis, no Aleixo.

    Além do representante do MP, promotor Otávio Gomes e do advogado da CBF, Diego Dávila, a reunião de conciliação conta com a presença do subprocurador do município, Rafael Albuquerque, que afirmou vir para assistir a Confederação.

    "O Estado não deve tutelar preços de serviços. É interessante para o município que o jogo seja realizado na Arena por trazer benefícios para a cidade, como a ampliação de serviços", declarou o representante municipal.

    A reunião segue sem hora determinada para o término, mas a juíza assegura saber a necessidade da agilidade em responder ao caso e afirmou que, após a conversa entre as partes, irá se pronunciar sobre sua decisão. Se não houver conciliação entre as partes, a partida deve ser realizada no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

    Por Rosianne Couto

    Mais lidas

    1. Treinadores reclamam da arbitragem no Amazonense de base

    2. Judoca amazonense disputa Mundial Júnior na Croácia

    3. Inscrições para 8º edição da Corrida Cidade de Manaus abrem nesta quarta

    4. Dificuldades em aprender Matemática? Escola promove Festival de Xadrez para auxiliar o aprendizado de alunos

    5. Brasil mantém 2ª lugar de ranking da Fifa; cabeças de chave são confirmados