Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Amazonense vence Shooto Brasil 65 e traz cinturão para Manaus

    A conquista também significa subir mais um degrau na busca pelo contrato do maior e melhor evento de MMA do mundo, o UFC - foto: divulgação
    A conquista também significa subir mais um degrau na busca pelo contrato do maior e melhor evento de MMA do mundo, o UFC - foto: divulgação

    A estreia no circuito nacional do lutador Luís Artur rendeu bons frutos. Na busca por um bom desempenho no Shooto Brasil 65, o amazonense faturou o cinturão do evento pela categoria peso mosca até 57 quilos, nocauteando o adversário Elves Oliveira, no terceiro round. O evento foi realizado no Rio de Janeiro e na madrugada desta terça-feira (2), o casca grossa desembarcou em Manaus.

    “A luta foi realmente o que eu esperei, pois fiz conforme o que combinei com a minha equipe de treino. Fui para cima, sem deixar ele me levar para baixo, estava levando a vantagem e ocorreu tudo bem, foi um chute certeiro no fígado e corremos para a comemoração” disse Artur.

    Com o apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), o amazonense coleciona agora um cartel de quatro lutas, sendo três vitórias e uma derrota. A conquista também significa subir mais um degrau na busca pelo contrato do maior e melhor evento de MMA do mundo, o UFC.

    “Foi uma honra lutar o Shooto, sei que muitos atletas buscam isso, mas eu também tenho outros objetivos e um deles é o UFC. Quero crescer profissionalmente, levar o nome do Amazonas para onde eu for e poder viver do que eu gosto. Agora, em Manaus, vou estudar algumas oportunidades que estão chegando e tentar tocar a minha carreira da melhor forma”, disse o lutador.

    O treinador do mais novo dono da cinta, Alessandro Smith, ressalta que o bom desempenho foi resultado de muito treino, mas também de muito estudo e que aliar esses dois fatores são importantes para obter êxito.

    “Tivemos um camp de um mês e meio para participar desse evento, sendo o nosso primeiro a nível nacional, e fizemos um trabalho bom.  Montamos uma estratégia em cima dos vídeos das lutas do rival, calculando seu ponto fraco e graças a Deus na luta ocorreu tudo como programamos e vencemos com certa margem de vantagem” comentou Alessandro.

    Com informações da assessoria