Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Nesta quinta, Manaus recebe a primeira de três rodadas duplas de Futebol Olímpico

    arena_copa_divulg
    O estádio recebe o duelo entre Suécia x Colômbia, e Nigéria x Japão, pelas Olimpíadas do Rio de Janeiro - foto: divulgação

    Dois anos após receber um dos maiores eventos do planeta, a Arena da Amazônia Vivaldo Lima volta a ficar em evidência no cenário mundial. Na tarde desta quinta-feira (4), às 18h (de Manaus), o estádio recebe o duelo entre Suécia x Colômbia, válido pela primeira rodada do grupo B do Torneio de Futebol Olímpico. Em seguida, às 21h (de Manaus) é a vez de Nigéria x Japão debutarem nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.

    Na capital amazonense desde a tarde de sábado (30), a seleção da Suécia é apontada como uma das favoritas para avançarem às quartas de finais da competição. Com a base formada por jogadores campeões da Eurocopa sub-21, disputada no ano passado em Praga, na República Tcheca. Sem temer o calor, os suecos prometem encarar os colombianos de igual para igual.

    “Vimos muitos vídeos e já sabemos como a Colômbia joga. Assistimos a muito jogos deles. Eles usam um 4-3-2-1, mas mudam muito a formação e variam durante a partida. Eles têm um time extremamente ofensivo. A defesa já é um pouco menos segura. Mas são muito fortes e se organizam bem no campo na maior parte do tempo”, avaliou o técnico da seleção sueca Hakan Ericson, durante entrevista coletiva na tarde de ontem (3), na Arena da Amazônia.

    Disposto a mostrar um futebol de qualidade durante as Olimpíadas, Ericson espera surpreender os adversários. Apesar de encarar um time muito forte e habilidoso como a Colômbia, que segundo ele, contra-ataca muito bem e atua de forma agressiva na parte defensiva, ele acredita que sua equipe pode encontrar buracos na defesa sul-americana para estrear com o pé direito no Torneio de Futebol Olímpico.

    “Queremos mostrar uma boa organização, especialmente na defesa, trocar passes para envolver os rivais e esperamos que o time consiga manter a posse da bola em momentos importantes da partida”, disse o comandante sueco, que minimizou o fator clima. “A temperatura não vai ser problema”, completou.

    Em busca de uma vitória na estreia, o técnico da Suécia deve mandar a campo o time com: Andreas Linde; Pa Konate, Joakin Nilsson, Alexander Milosevic, Adam Lundqvist; Abdul Khalili, Alexander Fransson e Simon Tibbling; Muamer Tankovic, Astrit Ajdarevic e Robin Quaison.

    Colômbia

    Outra seleção considerada favorita a avançar de fase, a Colômbia chega para a estreia das Olimpíadas embalada pelo bom momento que vive o futebol do país no cenário sul-americano. Após cair somente nas quartas de finais da Copa do Mundo 2014 para o Brasil, o país viu o Atlético Nacional conquistar o título da Copa Libertadores da América há poucas semanas.

    Do time campeão, seis atletas fazem parte do grupo comandado pelo técnico Carlos Restrepo: o goleiro o goleiro Cristian Bonilla, o zagueiro Felipe Aguilar, o volante Sebastián Pérez, e os atacantes Arley Rodríguez e Miguel Borja, que marcou quatro gols no São Paulo, durante a semifinal do torneio e anotou o tento que garantiu o segundo título do time de Medellin. O bom momento vivido pelos jogadores enche os colombianos de esperança na busca por uma medalha nos Jogos Olímpicos do Rio.

    “Nós pensamos em fazer história. Consideramos que é muito grande a chance de enfrentar os melhores jogadores do mundo e defender nosso time. Estamos engajados em fazer história e conquistar um título mundial desse porte”, declarou o comandante da seleção colombiana, que diferente do técnico sueco, vê a temperatura amazônica como fator determinante no resultado final de jogo.

    “Tomamos muito cuidado com essa questão do clima, mas nos sentimos muito bem nesses dias. Todos responderam bem a temperatura daqui. A nossa preparação em Miami, Cartagena e Barranquilla ajudou muito nesse processo de aclimatação. Acho que o clima vai ser decisivo nesse jogo”, considerou Restrepo.

    Em termos de escalação, o técnico colombiano manteve o mistério adotado durante os dois últimos treinos da equipe em Manaus – ambos foram liberados apenas nos minutos iniciais para que os jornalistas pudessem captar imagens e realizar entrevistas. Apesar disso, a tendência é que a Colômbia entre em campo no 4-2-3-1, com: Bonilla; Palacios, Aguilar, Tesillo e Machado; Pérez, Barrios e Lerma; Pabón, Teo Gutiérrez e Miguel Borja.

    Nigerianos são aguardados, e japoneses estão preparados

    Para o segundo jogo da noite, o clima é de apreensão. Sem desembarcar em Manaus até o fechamento desta edição, a seleção nigeriana é aguardada com ansiedade, até mesmo pelos rivais da equipe. De acordo com a rede britânica de telecomunicações, BBC, o atraso é por conta de pendências financeiras. Os africanos estão em Atlanta, porque a companhia aérea exige que a Federação Nigeriana de Futebol (NFF) faça o pagamento integral das despesas, o que ainda não aconteceu.

    Enquanto os nigerianos encontram problema para chegar a Manaus, os japoneses se sentem em casa. Os últimos treinos da seleção na capital amazonense reuniu dezenas de jornalistas da “Terra do Sol Nascente”, deixando claro o interesse e o apoio do torcedor nipônico durante o Torneio de Futebol Olímpico. “A presença do público será fundamental, não só os japonês que moram aqui como os que vêm para torcer. A disputa é importante não só para nossa torcida, como para o nosso futebol”, alegou Makoto Teguramori, técnico do Japão.

    Aclimatado com Manaus, o comandante dos “Samurais Azuis” pregou respeito aos nigerianos e rechaçou qualquer tipo de facilidade no confronto por conta do atraso na chegada dos africanos. “Apesar da Nigéria não ter treinado aqui, eu falo para os jogadores estarem atentos e se prepararem, pois é uma equipe que tem tradição e já ganhou o torneio. Não será uma partida fácil e estamos cientes disso”, encerrou.

    A escalação dos japoneses ainda é um mistério. Teguramori não deu pistas durante os últimos treinos sobre o time que entra em campo nesta noite, para enfrentar a Nigéria.

    Itens proibidos na Arena da Amazônia

    1. MATERIAIS, SUBSTÂNCIAS OU DISPOSITIVOS EXPLOSIVOS

    • Artefatos pirotécnicos (Ex. sinalizadores, bombas de fumaça);

    • Substâncias explosivas (Ex. TNT, dinamite, explosivos de plástico);

    • Detonadores elétricos e cápsulas de detonadores;

    • Qualquer tipo de fogos de artifício;

    • Qualquer dispositivo ou mecanismo suspeito que possa ser utilizado para ativar explosivos remotamente ou localmente;

    • Qualquer item que possa ser utilizado como um explosivo improvisado;

    2. ARMAS DE FOGO (OU PARTE DELAS) OU QUAISQUER DISPOSITIVOS SUSPEITOS DE SEREM UMA ARMA DE FOGO

    • Qualquer tipo de arma de fogo;

    • Qualquer parte de uma arma de fogo;

    • Qualquer tipo de munição ou pólvora;

    • Itens que têm aparência de arma de fogo (ex. armas de brinquedo, réplicas ou simulacros e armas com emissão de luz ou centelha;

    • Armas pneumáticas e pistolas de ar;

    3. SUBSTÂNCIAS TÓXICAS OU VENENOSAS (SOB QUALQUER FORMA E EM QUALQUER TIPO DE RECIPIENTE)

    • Drogas ilícitas, conforme legislação brasileira;

    • Substâncias perigosas (ex. produtos químicos e venenos);

    • Qualquer outra substância suspeita de ser um dos itens mencionados acima.

    4. SUBSTÂNCIAS INFLAMÁVEIS OU DISPOSITIVOS INCENDIÁRIOS

    • Qualquer recipiente que contenha qualquer tipo de gás, tais como butano, propano e metanol

    • Qualquer líquido inflamável

    Exceções:

    • Isqueiros para uso pessoal

    • Cilindros de oxigênio requeridos por necessidade médica, com receita contendo CRM do médico emissor;

    5. ARMA BRANCA OU QUALQUER OBJETO QUE POSSA SER USADO PARA FERIR OUTRAS PESSOAS

    • Facas, tesouras, punhais, espadas, canivetes, lâminas de barbear;

    • Brocas, serras, arpões, flechas, machados, facas de cozinha, chaves de fenda, agulhas;

    • Martelos, alicates;

    • Remos, tacos, bastões e equipamentos similares;

    • Qualquer outro objeto perfurante ou que cause impacto que possa ser usado para ferir outras pessoas;

    Exceções:

    • Acessórios requeridos para necessidades especiais de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida (ex. facas especiais, bengalas, muletas etc).

    6. ITENS QUE PODEM PREJUDICAR A CONTINUIDADE DO EVENTO OU A OPERAÇÃO DA INSTALAÇÃO

    • Qualquer item que possa ser utilizado para realização de protestos na instalação (ex. cordas, algemas, faixas e cartazes de protesto);

    • Ponteiros de laser, luzes estroboscópicas ou outros dispositivos emissores de luz;

    • Itens que criam ruído excessivo, podendo interferir na condução e no acompanhamento

    das competições (ex. megafones, cornetas, instrumentos musicais, apitos);

    • Dispositivos que emitem sinais de rádio ou internet (ex. rádios comunicadores, dispositivos sem fio, roteadores, radiorreceptores e interceptadores);

    • Bicicletas, patins, skates, bolas, raquetes ou outros equipamentos esportivos;

    • Qualquer item de tamanho excessivo que possa interferir na condução do evento.

    Exceções:

    • Equipamentos esportivos e outros acessórios utilizados para locomoção de pessoas com deficiência (ex. skate, patinetes etc).

     7. OUTROS

    • Animais (com exceção de cães-guia);

    • Capacetes;

    • Bastão de selfie

    • Líquidos e bebidas, alcoólicas ou não;

    • Quaisquer equipamentos eletrônicos que tragam risco ao evento, conforme avaliação da Segurança;

    • Itens de cunho político, religioso ou outros temas que possam ser utilizados para causar ofensa ou incitar discórdia;

    • Itens que possam ser utilizados para marketing de emboscada;

    • Bandeira de países que não estejam participando dos Jogos ou bandeiras que contenham mensagens ou símbolos de caráter comercial;

    • Equipamentos profissionais de TV, filmagem ou fotografia;

    • Recipientes ou objetos de vidro.

    ITENS RESTRITOS

    • Alimentos não perecíveis para consumo pessoal, na embalagem original e lacrada (ex. biscoitos, barras de cereal e alimentação de bebês). Recipientes de vidro não são permitidos;

    • Alimentos e bebidas para pessoas com necessidades médicas, com receita contendo CRM do médico emissor;

    • Medicamentos e equipamentos médicos para uso pessoal em quantidades razoáveis e com receita médica contendo CRM do médico emissor (quando necessário);

    • Até cinco embalagens de produtos de higiene e cuidados pessoais (p. ex. repelentes, protetor/bloqueador solar), na embalagem original, com volume limite de 200ml cada, totalizando a quantidade máxima de 1 litro. Recipientes de vidro não são permitidos;

    • Carrinhos de bebê serão permitidos em locais específicos da instalação;

    • Guarda-chuvas de tamanho pequeno, dobrável, sem indicação de marca e que não tenham extremidades pontiagudas;

    • Garrafas de plástico vazias e sem indicação de marca;

    Orientação

    Não será permitido o acesso de espectadores portando bolsas, malas, mochilas e afins, salvo se estes itens forem transparentes, de modo a permitir a visualização do conteúdo;

    Por André Tobias

    Mais lidas

    1. Treinadores reclamam da arbitragem no Amazonense de base

    2. Judoca amazonense disputa Mundial Júnior na Croácia

    3. Inscrições para 8º edição da Corrida Cidade de Manaus abrem nesta quarta

    4. Dificuldades em aprender Matemática? Escola promove Festival de Xadrez para auxiliar o aprendizado de alunos

    5. Brasil mantém 2ª lugar de ranking da Fifa; cabeças de chave são confirmados