Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Com lances polêmicos, Botafogo bate Atlético-MG e soma 4ª vitória seguida

    Botafogo vence e atrapalha objetivo de título do Atlético-MG - foto: Vitor Silva/Botafogo Press
    Botafogo vence e atrapalha objetivo de título do Atlético-MG - foto: Vitor Silva/Botafogo Press

    O Botafogo teve grande atuação e venceu a quarta partida seguida neste Campeonato Brasileiro. A vítima da vez foi o Atlético-MG, que reclamou bastante da arbitragem na derrota por 3 a 2, no Rio. Bruno Silva, Rodrigo Pimpão e Dudu Cearense marcaram para os cariocas, enquanto Fred e Leonardo Silva descontaram para os mineiros. A partida foi marcada pela polêmica arbitragem.

    Com a vitória, o Botafogo chega aos 50 pontos e se consolida na 5ª posição do Campeonato Brasileiro. Por outro lado, o resultado foi muito ruim para o Atlético-MG, que segue com 56 e vê Palmeiras e Flamengo se distanciarem ainda mais na ponta. Os cariocas voltam a campo na quarta-feira, quando visitarão o Santa Cruz, em Recife. Os mineiros recebem o Figueirense, no domingo, em Minas Gerais.

    O Botafogo tem se mostrado um time completamente diferente após adotar a Arena da Ilha do Governador como casa. Lá, o time conseguiu vitórias expressivas contra equipes como Palmeiras, Grêmio e Corinthians. Além disso, uma tática tem rendido frutos ao Alvinegro. A forte marcação na saída de bola adversária e pressão nos minutos iniciais.

    A boa atuação do Botafogo teve que dividir o noticiário com comentários sobre a arbitragem. A primeira reclamação ocorreu no gol marcado por Bruno Silva, que viu a bola bater em sua mão antes de abrir o placar. "Bateu na minha mão, mas não tive qualquer intenção". Em seguida, mais um protesto do Galo: Após finalização torta a bola sairia pela linha de fundo e acabou desviando em Emerson -os mineiros pediram pênalti.

    O Botafogo, por outro lado, também reclamou de duas expulsões de jogadores adversários. No primeiro tempo, Neílton fez grande jogada individual e só foi parado com um chute por trás de Rafael Carioca, que levou apenas um amarelo. No segundo tempo, Fred, que já tinha sido avertido com amarelo, desferiu cotovelada em Emerson e viu a arbitragem ignorar o lance.

    Muito nervoso com a polêmica arbitragem, o Atlético-MG foi inteiramente dominado pelo Botafogo, que abriu 2 a 0.

    No intervalo, os mineiros se acalmaram e voltaram para o segundo tempo dispostos a jogar futebol. Foi o suficiente para a qualidade prevalecer e arrancar um empate por 2 a 2. Para azar do Atlético, os cariocas marcaram no minuto final e conseguiram a vitória.

    Botafogo

    Sidão; Alemão, Emerson Silva, Emerson e Victro Luiz; Airton (Dudu Cearense), Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Camilo; Neílton e Rodrigo Pimpão (Sassá)
    T.: Jair Ventura

    Atlético-MG

    Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Fabio Santos; Rafael Carioca (Leadnro Donizete), Júnior Urso, Otero e Robinho; Clayton (Lucas Pratto) e Fred
    T.: Marcelo Oliveira

    Estádio: Luso-Brasileiro, no Rio
    Árbitro: Wagner Reway (MT)
    Cartões amarelo: Fred e Rafael Carioca (A); Bruno Silva (B)
    Gols: Bruno Silva (B), aos 4min do 1º tempo; Rodrigo Pimpão (B), aos 34min do 1º tempo; Fred (A), aos 5min do 2º tempo; Leonardo Silva (A), aos 24min do 2º tempo; Dudu Cearense (B), aos 46min do 2º tempo

    Por Folhapress