Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Estádios do Brasil podem receber museus do esporte

    A ideia pode incentivar o turismo manauense e aproximar mais as pessoas do futebol local - Ione Moreno

    O futebol brasileiro poderá passar por uma evolução turística, nos próximos anos. Após a visita do ministro do Turismo Marx Beltrão ao estádio Santiago Bernabeu, em Madrid (ESP), foi visto de perto que a praça esportiva ajuda na rotatividade financeira da cidade. Lá, estádios de futebol têm maior arrecadação do que os renomados museus Prado e Reina Sofia.

    Portanto, Beltrão deseja construir museus nas arenas e estádios brasileiros, afim de buscar retorno financeiro ao país, que vive a maior crise financeira de todos os tempos. O ministro levou a proposta ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero. A ideia levantada é utilizar os estádios construídos ou reformados para a Copa do Mundo, como palco para exposições a respeito da história do futebol brasileiro, seus clubes, conquistas e artilheiros.

    “Nós estamos no país do futebol, por isso, nada mais justo que trabalhar os estádios turisticamente, atraindo visitantes do país e de todo o mundo para conhecer mais o nosso futebol. Acredito que temos um potencial enorme a ser explorado neste campo”, afirmou Beltrão.

    A proposta do ministério é, por meio de uma parceria com a CBF, governo dos Estados e a iniciativa privada, estruturar os estádios não só com museus, mas também com restaurantes e lojas para servir aos turistas.

    O presidente da CBF apoiou a ideia e citou o Maracanã, palco de tantos jogos importantes na história do futebol, como um ponto de partida para o projeto.

    Estádios amazonenses

    Em caso de sucesso do projeto, os palcos futebolísticos de Manaus vão entrar na rota de transições. Arena da Amazônia, estádios Carlos Zamith e Colina foram utilizados na Copa do Mundo e, segundo o titular da Secretaria de Estado de Juventude Esporte e Lazer (Sejel), Fabrício Lima, tal ideia pode incentivar o turismo manauense e aproximar mais as pessoas do futebol local.

    “Manaus está na rota turística de quem vem de fora e pretende conhecer todas as regiões do Brasil. Já temos belezas naturais e pontos turísticos históricos conhecidos mundialmente. Agora, será a vez de assimilar o futebol com o turismo. Nossa cidade ganhará um ponto a mais”, reforçou Lima.

    João Paulo Oliveira
    EM TEMPO

    Mais lidas

    1. Treinadores reclamam da arbitragem no Amazonense de base

    2. Judoca amazonense disputa Mundial Júnior na Croácia

    3. Inscrições para 8º edição da Corrida Cidade de Manaus abrem nesta quarta

    4. Dificuldades em aprender Matemática? Escola promove Festival de Xadrez para auxiliar o aprendizado de alunos