Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Palmeiras bate o Peñarol e lidera na Libertadores

    O roteiro do primeiro jogo do Palmeiras no Allianz Parque pela Libertadores deste ano, contra o Jorge Wilstermann, se repetiu nesta quarta-feira (12) diante do Peñarol. Com um gol aos 54 minutos da etapa complementar, o time alviverde venceu os uruguaios, de virada, por 3 a 2 e assumiu a liderança do Grupo 5 do torneio continental. Na segunda rodada, também no estádio palmeirense, a vitória por 1 a 0 saiu aos 50 min com Yerry Mina.

    O gol desta quarta também foi de um defensor, mas saiu da cabeçada de Fabiano. O lateral marcou pela segunda vez com a camisa alviverde. O primeiro garantiu o título brasileiro do ano passado e o segundo foi nesta quarta. A partida se encaminhava para ter um vilão: Borja. Contratação mais badalada do Palmeiras para a temporada, o colombiano errou um pênalti quando o jogo estava 2 a 1 para os palmeirense e viu do banco de reservas os uruguaios chegarem ao empate.

    Antes de ser substituído, porém, Borja participou de um típico jogo entre brasileiros e uruguaios: provocações, catimba e entradas violentas. Sem paciência, o Palmeiras foi o primeiro a sofrer com a bola área do Peñarol. Aos 31 min do primeiro tempo Junior Arias cabeceou firme para abrir o placar.

    O time alviverde venceu os uruguaios, de virada, por 3 a 2 e assumiu a liderança do Grupo 5 do torneio continental - Agência Palmeiras

    Nos primeiros cinco minutos da etapa final, os palmeirenses conseguiram a virada com Willian e Dudu. Mas após o erro de Borja, em pênalti sofrido por Dudu, o time se perdeu em campo e mais uma vez pecou na bola aérea. Gol de Gastón Rodríguez, aos 30 min. Com o gol do Peñarol, o Palmeiras entrou na catimba dos adversários e custou para conseguir a vitória. Dois minutos antes de Fabiano subir mais alto que a defesa do Peñarol e cabecear firme para furar a meta de Guruceaga, Dudu foi expulso por discutir com a arbitragem.

    O clube alviverde volta a campo pela Libertadores no dia 26 de abril, quando enfrenta o Peñarol fora de casa. Antes, a equipe terá os duelos contra a Ponte Preta pela semifinal do Campeonato Paulista.

    Palmeiras 

    Fernando Prass; Fabiano, Yerry Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo (Thiago Santos); Willian, Alejandro Guerra (Keno), Tchê Tchê e Dudu; Miguel Borja (Michel Bastos). Técnico: Eduardo Baptista

    Peñarol

    Guruceaga
    Petrik, Quintana, Ramón Arias e Lucas Hernández; Nández, Novick (Gastón Rodríguez), Guzmán Pereira e Cristian Rodríguez; Affonso (Perg) e Junior Arias (Ángel Rodríguez). Técnico: Leonardo Ramos

    Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
    Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (EQU)
    Cartões amarelos: Yerry Mina e Felipe Melo (Palmeiras); Guzmán Pereira, Ramon Arias, Gastón Rodriguez, Cristian Rodríguez, Petrik e Affonso (Peñarol)
    Cartão vermelho: Dudu (Palmeiras)
    GOLS: Willian, com 1min do 2º tempo; Dudu, aos 5min do 2º tempo, e Fabiano (todos do Palmeiras), aos 54min do 2º tempo; Ramón Arias, aos 31min do 1º tempo, e Gastón Rodriguez (ambos do Peñarol), aos 30min do 2º tempo

    Eduardo Rodrigues

    FolhaPress

    Mais lidas

    1. Treinadores reclamam da arbitragem no Amazonense de base

    2. Judoca amazonense disputa Mundial Júnior na Croácia

    3. Inscrições para 8º edição da Corrida Cidade de Manaus abrem nesta quarta

    4. Dificuldades em aprender Matemática? Escola promove Festival de Xadrez para auxiliar o aprendizado de alunos

    5. Brasil mantém 2ª lugar de ranking da Fifa; cabeças de chave são confirmados