Fonte: OpenWeather

    Esportes


    Fla luta contra 'vitória isolada' para encerrar crise e segurar Zé Ricardo

    O técnico não é mais consenso no clube desde a queda na Libertadores - Divulgação

    A vitória sobre a Ponte Preta, por 2 a 0, significou bem mais do que os três pontos no Flamengo. O resultado trouxe o mínimo de tranquilidade necessária para a sequência do trabalho do técnico Zé Ricardo, pressionado desde a eliminação vexatória na Copa Libertadores. O cenário, no entanto, está longe de ser dos mais favoráveis.

    Zé Ricardo precisa de uma sequência consistente de triunfos para findar de vez a crise que insiste em rondar o Ninho do Urubu. A aposta para isso, inclusive, está nos dois próximos jogos no Rio de Janeiro: Fluminense (Maracanã) e Chapecoense (Ilha do Urubu).

    Caso cumpra o objetivo, Zé Ricardo terá de volta uma tranquilidade que não vê há tempos no comando do Flamengo. Qualquer empate ou derrota no meio do caminho podem transformar novamente o clima.

    O técnico não é mais consenso no clube desde a queda na Libertadores -conselheiros e integrantes da administração defendem a substituição. Entretanto, Zé Ricardo ainda conta com o respaldo do presidente Eduardo Bandeira de Mello e, em uma demonstração de sobriedade, reconheceu que o momento ainda é bastante delicado.

    "Uma vitória isolada não vai resolver os nossos problemas, mas eu tenho muita confiança no trabalho desenvolvido. O que precisamos é de regularidade e melhorar bastante o que ainda podemos. Se voltarmos a jogar bem, as vitórias virão", afirmou o treinador.

    "Tudo o que eu gostaria era garantir uma sequência de vitórias, mas o Campeonato Brasileiro é muito duro. Entendemos que quem tiver regularidade se manterá no bloco da frente. E, para isso acontecer, esses próximos jogos serão importantíssimos", encerrou o comandante.

    Pedro Ivo Almeida e Vinicius Castro

    Folhapress