Fonte: OpenWeather

    Holofotes


    Cunhada de Ana Hickmann recebe alta de hospital em SP

    Giovana Oliveira, cunhada de Ana Hickmann, recebeu alta do hospital Sírio-Libanês nesta quinta-feira (2), depois de ter sido internada ao levar dois tiros de um fã da apresentadora, que invadiu o hotel em que elas estavam em Belo Horizonte.

    De acordo com a assessoria de imprensa de Ana Hickmann, Oliveira agora fará fisioterapia diariamente e precisará controlar a alimentação.

    Ela caminha com ajuda de uma bengala e permanece com os pontos recebidos.

    Pelo Instagram, ela agradeceu o apoio que recebeu enquanto esteve internada e também ao cabeleireiro Júlio Figueiredo, que a levou do hotel direto para o hospital quando foi baleada.

    "Saindo do hospital para mais um passo da minha recuperação, agora em casa. Muito obrigada a Deus, meu marido, minha família, amigos e todas as mensagens, orações e energias positivas que foram enviadas, certamente foram fundamentais para minha rápida melhora", escreveu ela.

    "Não tenho palavras para agradecer ao Julio, um anjo da guarda, que salvou a minha vida me tirando daquele hotel", completou.

    O caso

    No sábado (21), Rodrigo de Pádua, 30, fã de Ana Hickmann, invadiu o quarto de hotel onde ela se hospedava, em um bairro nobre da capital mineira, com um revólver calibre 38.

    A apresentadora, a concunhada e o cunhado Gustavo Belo foram rendidos. Depois de uma luta corporal com Belo, Pádua morreu com dois tiros na nuca.

    Giovana foi atingida com dois tiros, um no braço e outro no abdome, e ficou internada em um hospital de Belo Horizonte até quarta-feira (25), quando foi transferida para o hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo.

    Na quinta (26), em nota, o hospital informou que Giovana estava na unidade semi-intensiva, estável e com boa recuperação.

    Por Folhapress