Fonte: OpenWeather

    Holofotes


    Ator Leonardo Vieira denuncia ataques homofóbicos na web

    O ator Leonardo Vieira, 48, esteve nesta segunda-feira (9) na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DCRI), no Rio, para prestar queixa contra comentários homofóbicos que tem recebido nas redes sociais.

    As mensagens começaram no fim do mês de dezembro, quando Vieira foi flagrado por um fotógrafo enquanto beijava outro homem na comemoração do seu aniversário, e as imagens viralizaram.

    De acordo com o "UOL", o artista afirmou que foi à delegacia porque quer identificar os autores dos comentários agressivos antes de decidir se levará o caso à Justiça. "O que eu quero é poder identificar os autores dessas ofensas. Depois, eu penso se presto ou não uma queixa criminal contra todos", declarou Vieira à imprensa na saída da delegacia.

    Mais cedo nesta segunda, ele também divulgou uma carta aberta dizendo que nunca escondeu sua sexualidade e lamentou as ofensas que tem recebido na web.
    "No dia 28 de dezembro, comemorei meu aniversário e, para celebrar, fui a uma festa. Lá reencontrei um amigo que já não mora mais no Brasil e acabamos nos beijando. Um fotógrafo não perdeu a oportunidade e disparou uma rajada de cliques registrando a situação. O que era para ser um momento meu, acabou se tornando público", disse o ator.

    "Nunca escondi minha sexualidade, quem me conhece sabe disso. Não estou 'saindo do armário', porque nunca estive dentro de um. Também nunca fui um enrustido", declarou.
    "Se sou gay, isso não vai mudar em nada a vida de ninguém. Não consigo entender por que as pessoas ainda se preocupam tanto com a sexualidade alheia e fazem disso motivo de discórdia e violência", afirmou o ator.

    FolhaPress