Fonte: OpenWeather

    Viralizou


    Policial civil solta fogos de artifício para comemorar prisão de José Melo

    O vice-presidente Sindicato do Sinpol disse que o sindicato é contra qualquer desvio de recursos públicos, porém não realiza esse tipo de comemoração

    O policial comemora a prisão do ex-governador cassado José Melo | Autor: Reprodução

    Fogos de artifício foram utilizados para comemorar a prisão do ex-governador do Amazonas José Melo (PROS), nesta quinta-feira (21). A celebração foi realizada por um policial civil em Manaus logo após o anúncio oficial da Polícia Federal sobre a prisão de Melo. O Sindicato da categoria não aprovou a maneira que o policial se comportou, mas não compactua com a corrupção.

    No vídeo, que viralizou nas redes sociais e no WhatsApp nesta tarde, é possível ouvir o servidor comemorando. "Pega Zé Melo, vai curtir agora na cadeia. Isso pelas perseguições com as pessoas e o não pagamento dos direitos dos policiais civis. Agora tu vai curtir com os vagabundos na cadeia (sic)".

    O vice-presidente do Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol-AM), Odirlei Araújo, disse que a entidade é contra qualquer desvio de recursos públicos, porém não realiza esse tipo de comemoração. 

    “Nós do Sindicato somos contra qualquer tipo de desvio de recursos públicos, no entanto, não fazemos este tipo de comemoração por entender que é responsabilidade da Polícia Federal e da Justiça apurar o que estiver errado”, disse o Vice-presidente.

    Ele ressaltou que a festividade foi um ato isolado de um servidor. Araújo disse ainda que, durante a gestão do ex-governador preso, a segurança pública do Estado passou por momentos difíceis. Segundo ele, o exemplo mais próximo sobre a má gestão de Melo foi quando, no início deste ano, o então governador não realizou o pagamento da 3ª parcela do escalonamento dos policiais civis.

    Leia também: PF prende ex-governador do AM José Melo em nova fase da 'Maus Caminhos'

    “Nós esperamos até julho, quando um outro governador tomou posse temporariamente e assinou o aval positivo para o nosso escalonamento. Na época, o governador Melo disse que não tinha dinheiro e, inclusive, quis revogar a nossa Lei para não pagar mais. O governo dele foi bem conturbado junto a nossa classe”, finalizou Odirlei.

    Leia mais: 

    José Melo realizou movimentação financeira incompatível com renda, aponta investigação

    Ex-governador José Melo chega à sede da PF em Manaus

    Bancada do governo boicota votação do orçamento na Assembleia do AM