Fonte: OpenWeather

    Feriado


    Quase 50 mil pessoas já deixaram Manaus neste Carnaval

    O número deste ano já superou o quantitativo registrado em 2016 e 2017 juntos

    A Ponte Rio Negro é uma das saídas mais utilizadas pela população manauense | Foto: Michael Dantas

    Manaus - O feriado de Carnaval é um dos mais extensos do nosso calendário, o que permitiu grande saída da capital amazonense para outros municípios vizinhos. De acordo com dados da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Amazonas (Arsam), até manhã desta terça-feira (13) 49 mil pessoas já haviam deixado Manaus para curtir a folga na região metropolitana da capital. 

    De acordo como levantamento da Arsam ao todo, foram 5,6 mil veículos que saíram de Manaus usando a Ponte Jornalista Phelippe Daou, conhecida como "Ponte Rio Negro", a avenida das Flores e as estradas AM-10 e BR-174. Os principais destinos possíveis para se chegar pelas estradas são Iranduba, Manacapuru, Novo Airão, Rio Preto da Eva, Itapiranga, Silves, Itacoatiara e Presidente Figueiredo.

    O engenheiro do Departamento de Transporte Intermunicipal da Arsam Oziel Mineiro, que no momento da entrevista estava na Ponte Rio Negro, disse que até as 11h da manhã de hoje inda estavam saindo carros de Manaus para outros municípios. 

    Leia também: Com-excesso-de-imigrantes-em-Roraima-manaus-pode-receber-mais-venezuelanos

    O movimento deste ano já é maior do que foi registrado no último Natal e no Ano Novo e deve continuar aumentando até a tarde desta terça-feira, segundo a Arsam. O número de saída este ano já é cerca de 70% maior do que movimentação do Carnaval registrada em 2017 e também maior do que número registrado em 2016 e 2017 juntos.

    Oziel comentou também que a saída está maior este ano, em razão do próprio ponto facultativo dado pelo Governo do Estado e Prefeitura de Manaus.  “Houve uma demanda crescente e o poder aquisitivo da população deu uma melhorada. Todo mundo quer aproveitar esse momento para passar com a família”, conta.

    Outra razão para o grande crescimento do número registrado, se explica pela mudança na metodologia da fiscalização da Arsam. Não tendo começado no dia do feriado em si, mas sim no dia 1º de fevereiro e deve se estender até o dia 15 (quinta-feira).  

    Oziel concluiu dizendo que na Ponte Rio Negro (AM-070) e na Rodoviária, pela barreira da BR-174 com a AM-010, o movimento estava tranquilo. “Até agora com todas as orientações que demos não ocorreu nenhum tipo de acidente, em função principalmente das orientações para evitar irregularidades nos veículos”, completou.  

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais: 

    Incendio-por-vazamento-de-gas-de-cozinha-e-controlado-no-sao-jose

    Papai-noel-de-shopping-e-suspeito-de-assassinatos-em-serie

    Suposto-travesti-e-executado-com-mais-de-25-tiros-em-manaus