Fonte: OpenWeather

    Sem dinheiro


    Taxista é preso suspeito de mandar torturar adolescente de 15 anos

    O profissional já foi preso há 2 anos por praticar assaltos com o táxi

    Home teria chamado dois amigos envolvido com o tráfico de drogas para torturar o jovem | Foto: Divulgação

    Manaus - Depois de supostamente mandar torturar um adolescente de 15 anos na madrugada desta terça-feira (13), o taxista Antônio Nunes Ferreira, de 48 anos, foi preso por policiais da Força Tática, no bairro Cidade de Deus, na Zona Leste de Manaus. O profissional teria colocado o jovem dentro do porta-malas depois dele informar que não teria dinheiro para pagar a corrida.

    De acordo com a polícia, uma equipe recebeu a denúncia de que três homens estavam em um táxi, modelo Siena, com um adolescente dentro do porta-malas. A guarnição foi até o local de onde receberam a denúncia e testemunhas falaram que o taxista teria ido em direção a casa de shows "Chega Mais". Os policiais seguiram para o local informado.

    Leia também: Crianças encontram corpo boiando em igarapé na Matinha

    Ainda segundo os policiais, ao abordarem o taxista, ele disse que dois homens teriam o obrigado a fazer a corrida. O profissional levou a equipe até o local onde deixou o adolescente e os outros dois homens. Ao chegarem na residência, o menor ainda estava sendo torturado, e ao avistarem a viatura, os dois homens fugiram do local. A equipe ainda tentou persegui-los, mas não obteve sucesso. 

    A vítima disse ao policiais que estava na casa de shows quando resolveu pegar o táxi por volta das 4h da manhã. Ele teria perguntado ao taxista se poderia levar ele e um amigo até a sua residência. Ao chegar no local, o amigo teria fugido. O adolescente de 15 anos também tentou fugir, mas foi alcançado pelo taxista e supostamente ameaçado com um faca.

    Segundo a polícia, Antônio ainda foi a casa do adolescente para tentar recuperar o valor da corrida. Como ele percebeu que não teria a corrida paga, resolveu procurar dois amigos que supostamente teriam envolvimento com o tráfico de drogas na região, para torturarem o jovem.

    O taxista foi apresentado no 15º Distrito Integrado de Polícia. Conforme os policiais, Antônio foi preso há 2 anos por praticar assaltos com o táxi, na cidade.

    Leia mais:

    Presos suspeitos de matarem adolescente no bairro Novo Israel

    PM flagra esconderijo de tripulação que levava drogas para Tabatinga 

    Mais de mil mandados de prisão são cumpridos em quatro meses